Terra forte, aprazível, feraz: Cruz das Almas celebra 122 anos de emancipação política

Por: Bruno Brito e Leonardo Gonçalves O 29 de julho marca o aniversário de 122 anos da cidade de Cruz das Almas. A cidade planalto, localizada no Recôncavo Baiano conta com cerca de 65.000 habitantes, segundo o IBGE. Foi fundada após a criação da Lei nº 119 de 29 de julho de 1896, quando se desmembrou de São Félix. Também conhecida como cidade do rock, … Continuar lendo Terra forte, aprazível, feraz: Cruz das Almas celebra 122 anos de emancipação política

O Recôncavo na Rota do Charuto

Por Cíntia Falcão e Geise Ribeiro O Recôncavo baiano é a região que geograficamente circula a Baía de Todos-os-Santos e abrange cidades do interior do estado. No século XIX a implantação de fábricas de charuto teve grande importância no desenvolvimento socioeconômico da região. Muitas mulheres puderam sustentar suas famílias trabalhando na produção de charuto e a pesar de todo o desenvolvimento da tecnologia, o trabalho … Continuar lendo O Recôncavo na Rota do Charuto

Conselheira quilombola: a trajetória de ativismo cultural de Pan Batista

Agente cultural atuante em Santiago do Iguape, Pan Batista chegou à presidência do Conselho de Cultura do Estado da Bahia como a primeira mulher de origem quilombola a ocupar esse posto. por Shagaly Ferreira O mês de junho se aproximava do fim, enquanto as festas de São Pedro começavam a tomar conta do povoado de Santiago do Iguape, em Cachoeira. Mais precisamente, no dia 27, … Continuar lendo Conselheira quilombola: a trajetória de ativismo cultural de Pan Batista

A luta pela permanência na universidade para além das salas de aula

por Flávia Xakriabá Desde maio de 2018, no governo Temer, o Ministro da Educação, na época Rossieli Soares da Silva, anunciou cortes no auxílio financeiro direcionado à indígenas e quilombolas que estudam em universidades e institutos federais. Já no final do mês abril de 2019, o atual Ministro da Educação Abraham Weintraub anunciou o corte de 30% nos investimentos das universidades federais do país. O … Continuar lendo A luta pela permanência na universidade para além das salas de aula

Você viu o Bando passar?

Entenda um pouco sobre a festa tradicional da cidade de Feira de Santana. Por Gabriella Freitas e Janeise Santos   Ocorreu no último dia 7, a 13ª edição do Bando Anunciador na cidade de Feira de Santana. O evento dá início as comemorações religiosas da padroeira da cidade, Nossa Senhora de Santana. O Bando Anunciador é um cortejo festivo que foi retomado pela Universidade Estadual … Continuar lendo Você viu o Bando passar?

Desafios e conquistas das mulheres negras e quilombolas

Na comunidade de Baixa Grande, em Muritiba, as mulheres são protagonistas na luta pela preservação cultural, combate ao racismo e na busca por melhorias na qualidade de vida. Por Adailane Souza, Ana Célia Coelho e Monalysa Melo “Ser mulher negra e quilombola é sinônimo de força e resistência”, afirma Carlene Santos, 22 anos, jovem moradora do Quilombo de Baixa Grande, em Muritiba. Ela reconhece o … Continuar lendo Desafios e conquistas das mulheres negras e quilombolas

A Guerra de espadas e o olhar da comunidade

Moradores expõem opiniões sobre a guerra de espadas em Cachoeira durante o período junino. Por Clara Lins e Fellipe Moreira   A guerra de espadas durante os festejos juninos é uma grande tradição na cidade de Cachoeira, recôncavo baiano. Ela também pode ser chamada de “Luta de Espadas”, e consiste na utilização de fogos de artifícios nas ruas. Isso é habitual não só na cultura … Continuar lendo A Guerra de espadas e o olhar da comunidade

Cores, gostos e aromas de São Luís

Dos azulejos à culinária, a capital do Maranhão mostra história e cultura para quem passeia nas suas ruas Por Adrielly Novaes Quando cheguei em São Luís já era noite, tive que guardar um pouco a ansiedade e adiar para o dia seguinte o encontro com as cores do dia ludovicense. Eu que sou uma amante de cidades coloridas, logo me decepcionei, a cidade estava cinza, … Continuar lendo Cores, gostos e aromas de São Luís

Alegria e angústia predominam nos olhares dos torcedores de Bahia e Vitória na temporada 2019

Por: Jelson Junior A temporada 2019 dos times baianos já começou e junto com ela voltaram as desconfianças dos torcedores com os respectivos elencos. Tanto o Bahia quanto o Vitória deixaram algo a desejar no final da temporada passada. Nessa temporada, os times não apresentaram um bom início, mas os torcedores estão com os pés no chão e acreditam que a cada jogo a mudança … Continuar lendo Alegria e angústia predominam nos olhares dos torcedores de Bahia e Vitória na temporada 2019

Reordenação e Municipalização nas escolas de Conceição do Almeida

Colégios estaduais do município são afetados com o reordenamento da rede escolar e o ensino Fundamental II sendo prioridade da prefeitura, visando melhorias no ensino. Por Sabrina Ortega   Em 2018, a Secretaria de Educação da Bahia declarou o fechamento das escolas estaduais na intenção de municipalizar aquelas do Estado que são exclusivas de ensino fundamental II, no qual essas mudanças fazem parte do reordenamento da … Continuar lendo Reordenação e Municipalização nas escolas de Conceição do Almeida

Saber Ancestral

Do mestre ao moço são transmitidos conhecimentos essenciais para uma pescaria produtiva Por Carlos Augusto e Arnaldo Souza A pesca artesanal é uma atividade milenar, que contém elementos culturais de matriz indígena e afro-brasileira em sua produção, realizada por grupos ou de forma individual. Exercida de várias formas, seja com rede de arrasto, com linhas, com manzuá ou mariscando é uma atividade tradicionalmente passada por … Continuar lendo Saber Ancestral

“Te pego na saída”

Violência em escolas da zona rural de Muritiba Por: Adailane Souza e Bruno Brito Frases como “Te pego na saída”, “Se contar para sua mãe, você vai ver o que vou te fazer”, “Se você não me entregar seu lanche, eu vou te bater” são expressões que já caíram na rotina e não causam mais tanto medo. A escola parece ter deixado de ser local … Continuar lendo “Te pego na saída”

Municipalização do ensino fundamental afeta alunos e professores em Cachoeira

Professoras e alunos da Rede Estadual relatam as dificuldades encontradas depois da municipalização dos colégios estaduais Padre Alexandre de Gusmão, em Bélem, e Antônio Joaquim Correia, em Capoeiruçu. Por: Giovane Alcântara e Leilane Fernandes Professores e alunos estão preocupados com o processo de municipalização do ensino fundamental que tem resultado no remodelamento de várias unidades escolares no interior e na capital da Bahia. O projeto … Continuar lendo Municipalização do ensino fundamental afeta alunos e professores em Cachoeira