CAHL realiza oficina de capacitação jornalística

Paula Santos

O Programa de Capacitação em Planos, Enquadramentos e Audiovisual, promovido pelo curso de Comunicação Social / Jornalismo do CAHL, em Cachoeira, oferece noções de câmera e edição através de aulas práticas e teóricas com duração de duas horas nos turnos matutino e vespertino.

Iniciativa das professoras do curso de Jornalismo Leila Nogueira e Marcia Rocha, o programa tem como objetivo trabalhar noções de planos, enquadramentos e edição como elementos da linguagem audiovisual, bem como o uso operacional do programa de edição utilizado nos iMACs disponíveis nos laboratórios da UFRB O programa também será pré-requisito para a retirada de equipamentos do setor de empréstimo, sendo que alguns defeitos verificados nos mesmos são por conta do mau uso devido ao não conhecimento das funções.

O inicio se deu no semestre 2017.1, mas a capacitação dos alunos de jornalismo será realizada a cada semestre, nos laboratórios de TV e edição. Marcia espera dos alunos condições de utilizar os equipamentos de filmagem e edição, com mais autonomia para realizar os seus trabalhos, compreendendo e experimentando a linguagem audiovisual.

Os instrutores responsáveis por ministrar as aulas são Everton Suzart, que ficará até o quarto encontro e Ismael Jacob que vai ensinar a edição de vídeos nos últimos seis, totalizando dez encontros. Segundo Everton, os alunos mostram-se bem em frente às câmeras e aprendem com facilidade a manuseá-las.

Yuri Ferreira, aluno do 4º semestre, participa da oficina e acha que ela deveria vir dentro da disciplina telejornalismo. Caso contrário, como ocorre, deveriam comunicar aos estudantes no ato da matricula e ser uma disciplina optativa já que ocupa outro horário e os alunos tem outras demandas a cumprir. Em contrapartida a professora Marcia reitera a validade desse modelo já que o aluno receberá horas a mais, por ser um Projeto de Extensão e nos próximos semestres o aluno poderá fazer, de acordo com sua disponibilidade de tempo, assim também como não é obrigatório.

“Interessante aprender a gravar, usar os microfones, os planos de gravação, cabeças de jornal o que foi um exercício ótimo”, afirma Tamires de Jesus que também cursa Jornalismo no 4º semestre.

A oportunidade de cursar a oficina será dada a cada inicio de semestre.

Foto de capa: Michelle Brito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *