Colégio: lugar de diversos estilos

Nenhuma outra época marcou mais a moda nos tempos de colégio do que a dos anos 60. As meias-calças coloridas e minissaias, as calças boca de sino, jaquetas com franjas e muitas outras peças faziam sucesso naquele período.

O ambiente colegial, mesmo com fardamentos padronizados, voltou a ser palco para as manifestações de moda, conceito e estilos dos jovens e adolescentes. Desde uma customização na camisa e na calça, que não são permitidos pelo colégio, ao visual radical e despojado do cabelo, são diversas as formas usadas atualmente pelos estudantes para se diferenciar um dos outros e até para se destacar entre os demais.

Mesmo em um universo que respira preconceito, esses jovens e adolescentes fazem o possível para sustentar seu estilo próprio e único. Muitos se inspiram em personagens da novela preferida, outros se deixam seduzir pela moda popular, mas todos querem transmitir no vestuário, no cabelo ou nos acessórios, as suas preferências, o seu diferencial e a sua personalidade. Com isso o espaço do colégio vem ganhando novamente o caráter de lugar de diversidade e experimentação que existia nos anos 60.

A redação visitou o Colégio Estadual Landulfo Alves de Almeida, na cidade de Cruz das Almas e conversou com os estudantes do ensino médio. Segundo eles, assumir um estilo diferente do padrão é um desafio, as vezes passam por preconceito nas ruas e principalmente no colégio. Mas, para eles o mais importante é estar bem consigo mesmo e ser feliz.

Os estudantes Lorena França, Taís Mota, Jandira dos Santos, Mário Vinicius, Maria Aparecida, Mariele Silveira e Uanderson Santana mostram a diversidade de estilos que existe entre eles.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *