Conheça o curso de Engenharia da Computação da UFRB

Uilson Campos

Cruz das Almas – Desde novembro de 2012 a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) oferece, no Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC), em Cruz das Almas, o curso de Engenharia da Computação que já está na terceira turma.

O curso é uma das terminalidades do Bacharelado em Ciências Exatas e Tecnológicas (BCET).  As disciplinas comuns a todas as engenharias são reunidas no primeiro ciclo da graduação em BCET, que dura em torno de dois anos e meio. Depois disso, o aluno pode decidir a qual engenharia deseja se dedicar. “A grande vantagem é que o aluno pode experimentar as várias possibilidades, ele conhece um pouco de cada engenharia. Assim, o estudante não corre o risco de escolher um curso e depois descobrir que ele não gosta”, diz  o professor João Neto, coordenador do curso de Engenharia da Computação.

Neto afirma que a região tem uma carência em profissionais de computação. “O Recôncavo, como interior, tem uma necessidade muito grande nessa área, principalmente em pequenos negócios e para o sistema agrícola. Existe um campo de atuação muito fértil. Ainda não é um mercado consolidado e nós estamos entrando para atuar nesse mercado, que a gente acredita que tem um potencial muito grande”.

Curiosidade para continuar estudando fora da sala de aula é uma das características necessárias para quem quer ingressar no curso.  “Quem deseja cursar Engenharia da Computação, além de estar disposto a solucionar problemas, deve saber que muito do que é aprendido está na internet e em livros. Existem muitos fóruns e sites com uma infinidade de material que devemos sempre estar buscando. Neste curso, grande parte da prática pode ser feita em casa, com seu computador”, explica o estudante Marco Aurélio, que escolheu a terminalidade em Engenharia da Computação.

Além de promover eventos que fazem com que o aluno entre em contato tanto com as tendências do mercado, quanto com as discussões acadêmicas na área, o curso oferece vários projetos de pesquisa em que os estudantes contribuem ativamente. Marco Aurélio, por exemplo, já participou de estudos sobre TV Digital, desenvolvendo um aplicativo para essa nova plataforma, além de produzir trabalhos na área de Inteligência Artificial e de softwares com finalidades educacionais.  “Todos os projetos nos possibilitam o crescimento de nosso conhecimento. Sempre devemos nos desafiar para fazer coisas cada vez mais interessantes e úteis”, diz Marco Aurélio.

Os estudantes também são estimulados a participarem de maratonas de programação. A atividade  consiste na resolução de uma série de problemas de tecnologia, no menor tempo possível e da forma mais eficaz. A UFRB está montando os times para participarem desta maratona em nível nacional e, caso as equipes vençam essa etapa, se preparará para competição internacional.

Um comentário sobre “Conheça o curso de Engenharia da Computação da UFRB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *