Conselho da Juventude estimula debates sobre políticas públicas

 Adriele Strada

Cruz das Almas – O Conselho Municipal de Juventude (COMJUV), do município de Cruz das Almas, é um espaço onde a sociedade civil pode discutir junto com o poder público as políticas que estão sendo ou, que devem ser implementadas pelas Secretarias. Tendo por finalidade propor, deliberar diretrizes, avaliar, acompanhar a implementação de políticas públicas para a juventude do município e desenvolver pesquisas sobre a realidade socioeconômica dos jovens Cruzalmenses.

O COMJUV foi criado em 2009 pela Lei 2110/2009 vinculada à Secretaria Municipal de Políticas Especiais através do Departamento de Políticas para a Juventude. O Conselho é composto por 24 membros, sendo 12 representantes do poder público e 12 representantes da sociedade civil.

O conselheiro Rafael Souza diz que no ano de 2009 foi realizado uma audiência pública com a juventude para facilitar a aprovação do decreto. Os membros do COMJUV são escolhidos mediante eleição direta para o mandato no total de dois anos. Os cargos de Presidente do Conselho e Vice-presidente são alternados a cada ano, entre o poder público e sociedade civil.

Pensando em uma transformação da política juvenil de Cruz das Almas os representantes do poder público contemplam não só a Secretaria Municipal de Políticas Especiais, mas também Secretarias que possuam programas para os jovens para que as ações sejam realizadas em todas as áreas.

Conselho da Juventude - JPEG

REPRESENTANTES

Os representantes da sociedade civil contam com organizações não governamentais, e jovens que estejam à frente de movimentos juvenis para enriquecer o diálogo, as discussões que são realizadas no Conselho. Entre os mais diversos segmentos de representação, são integrantes do COMJUV os membros do movimento estudantil, jovens trabalhadores rurais e urbanos, mulheres e empreendedores jovens, representantes do hip hop, integrantes de organizações religiosas.

Como um dos representantes do movimento religioso Cruzalmense e participante do Conselho da Juventude, Ian Freitas diz que “compete a mim, além de todas as demandas que dizem respeito a todos os conselheiros, fomentar uma discussão sobre a vivência da fé, ecumenismo, diálogo inter-religioso no meio da juventude”, tais discussões que ele traz da experiência com a Pastoral da Juventude.

O conselho visa alcançar a pluralidade do mundo juvenil e estimular a participação de jovens nos debates sobre políticas públicas, colocando-os por dentro de qualquer tipo de ação que a prefeitura venha a colocar em prática. Os membros do COMJUV são todos voluntários, não existindo nenhum vínculo financeiro com a Prefeitura Municipal de Cruz das Almas.

O Conselho Municipal de Juventude é uma iniciativa para que a política juvenil de Cruz das Almas se transforme, de fato, em uma política de Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *