Déficit no censo preocupa órgãos de São Félix

Por Roberval Santana

Segundo o último senso do IBGE, o município de São Felix possui 14.360 habitantes. A pesquisa foi realizada no ano de 2000 e estes dados tendem a ser crescentes.

Só que, neste ano, as pesquisas encontraram dificuldades que, na opinião de alguns moradores, foram impostas pelo IBGE, como no caso da Agente de Saúde, Aline Conceição, que diz ter o filho trabalhando fora da cidade mais que sempre vem para casa nos finais de semana. No entanto, não é inserido no censo da cidade por passar mais tempo na cidade onde trabalha, onde também não é contatado.

Aline contabiliza um déficit de quase dois mil habitantes, informações passadas para o posto onde trabalha, o que não condiz com a realidade já que houve mudanças significativas no perímetro da cidade com a implantação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia em Cachoeira, trazendo pessoas de locais distantes, que fixaram moradia nas cidades vizinhas, principalmente em Cachoeira, Muritiba e São Felix e o Curso de Licenciatura em Música.

Ao comentar este dado com a Secretária de Educação, Elba Matos, ela confirmou este fato, mas acentuando que diminuiu bastante e que ainda sim toda renda do município depende do fator quantitativo, que é o número de habitantes e, com certo otimismo, acredita que a situação será revertida.

Ao procurar o posto do IBGE, que fica na prefeitura, para falar sobre o assunto, disseram que ainda não podiam dar informações, mas que no dia 4 de novembro sairão os dados sub-oficiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *