Dossiê Reverso: Educação

Não é de hoje que vivemos em um contexto educacional defasado, com falta de professores, salas de aula mal equipadas e com um ensino superficial de áreas essenciais para a formação de um cidadão.

O direito à educação está na Constituição Brasileira de 1988, através do artigo 205, que diz: “a educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”. Diante disso a redação do reverso questionou: quais as realidades da educação brasileira?

Partindo desta inquietação, o Reverso buscou analisar para esta edição como escolas do ensino básico, com foco principal no Recôncavo Baiano, lidam com questões que vão desde racismo e homofobia até educação ambiental.

Você encontrará aqui, por exemplo, relatos de alunos, professores e direção que dizem respeito à LGBTfobia, racismo e evasão escolar num contexto de colégios localizados na cidade de Cachoeira, e como a instituição lida com a situação ao se deparar com esses casos.

E se dentro da cidade muitas vezes o ensino dos jovens não é satisfatório, o que dirá dos estudantes de regiões rurais que estudam em distritos do município? Fizemos uma rota traçando os desafios diários que os alunos enfrentam no deslocamento de suas casas até o ambiente escolar na região da Bacia do Iguape.

Por outro lado, vimos a necessidade de levantar questões que remetem à política de educação ambiental no município histórico. Para isso, trouxemos uma fotorreportagem que evidencia as dificuldades cotidianas de lidar com a poluição da cidade.

Mas como estamos questionando o modelo atual de ensino aplicado na maioria das escolas do país, nada mais natural em mostrarmos quais formatos alternativos de educação existem e que poderiam ser adotados em outras instituições tanto na região do Recôncavo quanto no Brasil.

Para isso, nesta edição do Reverso você também irá conhecer os tipos de inteligência que o ser humano é capaz de desenvolver, mas que geralmente as escolas não exploram para promover uma melhor formação do aluno. Bem como colégios que são referência em promover uma educação que foge do tradicional.

E pensando num contexto de ensino superior, mostraremos a dinâmica de como é a preparação dos alunos de um cursinho pré-vestibular na cidade de Cruz das Almas. E, por fim, trazemos uma reportagem sobre o movimento de ocupação dos estudantes, realizado no Centro de Artes, Humanidades e Letras da UFRB no final do ano de 2016, além da formação política que o discente consegue adquirir ao adentrar no ambiente universitário.

 

Confira aqui as reportagens do Dossiê Educação elaboradas pelo Reverso Online

+ “Se respeite, se imponha respeito”: como são abordadas as identidades LGBTs no Colégio Estadual da Cachoeira
+ Discriminação com o cabelo crespo na educação
+ Terceiro ano no Estadual: “se eles forem reprovados, abandonam”
+ Caminhos: a rota da educação na Bacia do Iguape
+ Cursinho em Cruz das Almas prepara alunos para vestibular
+ OCUPADOS: Como funciona uma ocupação
+ Você conhece a teoria das inteligências múltiplas?
+ Sobre a Escola: “A criança não precisa sofrer para aprender
+ Educação Ambiental além das latas de lixo

Crédito da foto: Lucas Mascarenhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *