O duro desafio de conciliar estudo com trabalho

Flávia Santos

Estudante de Jornalismo é um dentre muitos estudantes empreendedores que possuem o seu próprio negócio.

O sonho de empreender e criar o próprio negócio está cada vez mais presente na cabeça dos jovens universitários. O empreendedorismo tem um papel fundamental para o desenvolvimento socioeconômico, visto que ele é importante para a criação de oportunidades de trabalho e inovações de produtos, mas sabemos também o quanto é difícil conciliar estudo e trabalho. O empreendedor de sucesso tem um conjunto de características e condutas que vai além do que eles aprendem no mercado, geralmente ensinado nos cursos de graduação. São essas qualidades, modo de pensar e agir, que fazem melhorar sua capacidade empreendedora.

Um fator que pode ser observado é a existência de familiares com envolvimento em negócio próprio, que podem influenciar no interesse dos filhos em se tornarem empreendedores, seguindo assim o exemplo dos pais, ou até mesmo assumir os negócios da família. Esse processo de empreendedorismo ocorre pela busca das pessoas por oportunidades, no entanto, cada indivíduo se distingue do outro, pois cada um tem desejos e habilidades diferentes.

Lucas Almeida, empreendedor e estudante do curso de Comunicação Social – Jornalismo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, do campus localizado na cidade de Cachoeira, nos revela um pouco das suas dificuldades e conquistas com sua marca de estampas e acessórios afro, intitulada Pretu Massa.

De onde partiu a ideia de ser empreendedor antes de concluir a graduação?
Do jeito que é o processo da graduação, desde que você entra até se formar, não tem muito que esperar não (risos). A graduação para mim, e creio que pra muitos, é um processo longo e nesse período a gente tem que experimentar e se virar como pode e como dá. Me tornei empreendedor também por causa da comunicação, o fato de ser um estudante da área da comunicação também foi motivo pra lançar a Pretu Massa. Compreendo que o corpo fala, expressa, reforça ideias e dá ênfase à comunicação através da linguagem não-verbal.

Você sempre teve esse desejo de ter seu próprio negócio, ou foi fazendo novas descobertas a partir do momento que entrou na universidade?
A universidade influenciou muito para o êxito em meu negócio, o desejo de empreender veio depois de ingressar na universidade. Há algum tempo atrás eu achava que vender algo era sinônimo de insucesso na profissão, ou seja, que eu deveria trabalhar apenas com o jornalismo, hoje compreendo o contrário, ter um empreendimento é sinônimo de pró-atividade e ainda ousadia.

Quais são as dificuldades de trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
A primeira dificuldade vai ser ver a minha turma se formar e eu não (risos), me refiro ao período. Irei atrasar um ou dois semestres e essa é a primeira dificuldade, porque é difícil conciliar os horários do trabalho e das aulas, é um malabarismo, tenho que fazer escolhas todo semestre, ou melhor, a cada dia de aula é uma escolha.

Fale um pouco sobre a Pretu Massa.
A Pretu Massa é uma identidade de roupas através de camisas estampadas e acessórios afro que foi lançada em 7 de abril de 2017 em Cruz das Almas. A proposta é assumir um lugar de fala, de reafirmação identitária e combater desigualdades. Atualmente a Pretu Massa funciona em uma loja colaborativa, a UBUNTU, na Av.Getúlio Vargas, nº 43 e em loja online através das redes sociais Pretu Massa.

Foto da capa: Flávia Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *