Prefeitura de Santo Amaro doa terreno para construção de novo campus da UFRB

Por Alissandro Lima

Na última quinta-feira (28), a prefeitura de Santo Amaro deu mais um passo para a implantação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) na cidade. Em ato solene, no fórum de Santo Amaro, foi doado o terreno da antiga fábrica siderúrgica, Tzan, para a construção do novo campus da universidade.

O município receberá o Centro de Cultura e Tecnologia (CECULT), que irá ofertar cursos como Produção Cultural e Engenharia de Espetáculo, visando o crescimento e a profissionalização do potencial cultural que Santo Amaro e cidades vizinhas, como São Francisco do Conde e Saubara, possuem.

Estiveram presentes na solenidade membros da comunidade, artistas, professores e estudantes da UFRB e moradores de Santo Amaro, que fazem parte do movimento que luta desde 2008 para a implantação da Universidade no município. O evento marcou o inicio de uma nova fase nessa luta pela educação de qualidade.

Reitor assina documento de recebimento do prédio onde funcionará a UFRB em Santo Amaro.
Reitor assina documento de recebimento do prédio onde funcionará a UFRB em Santo Amaro.

Na ocasião, o reitor da universidade, Paulo Gabriel Soledade Nacif, relembrou que Santo Amaro está presente na lei que cria a UFRB e nos motivos que explica a criação da universidade. E reconheceu que a universidade chega com atraso, mas que nunca duvidou da sua implantação na cidade.

Para o advogado João Militão, integrante da comissão do movimento para levar a UFRB para Santo Amaro, esse dia foi muito importante para a implantação da instituição no município. Além de uma realização de um sonho que foi sonhado desde os ideários 14 de junho de 1822, quando defenderam pela primeira vez uma universidade pública na região.

O cantor e compositor Roberto Mendes também ratificou a importância de ter uma universidade pública na cidade. Para ele, Santo Amaro agora terá um campus onde a cultura será preservada, um campus onde podemos nos reunir para discutir um Brasil melhor, onde podemos igualar as diferenças existentes no nosso país.

Roberto também relembrou a importância de Santo Amaro no cenário nacional. “Santo Amaro sempre esteve no pensamento nacional, Santo Amaro é uma encruzilhada, é um povoado de 1557, Santo Amaro não é um município qualquer, pois se tornou vila em 1727 e se tornou cidade em 1837, século XIX. Então você vai acumulando esse conhecimento e chega até hoje, e imaginar que dentro dessa universidade vai ser discutido todo esse trajeto histórico, sua vida do século XVI até hoje, eu acho que vai valer a pena. Santo Amaro não pode ser terra de artistas, Santo Amaro é uma terra de conhecimento”, diz.

Nos próximos meses a presidente Dilma Rousseff anunciará a construção do novo centro da UFRB em Santo Amaro. A comunidade espera ansiosa para a conclusão desse sonho coletivo que move toda uma cidade através do movimento UFRB para ser do Recôncavo tem que estar em Santo Amaro.

IMGP0020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *