Seminário discute o fortalecimento de ações afirmativas no Recôncavo

Por Valdelice Santos

Para celebrar o 25 de maio, Dia da África, a prefeitura de São Félix em parceria com a Secretaria de Promoção da Igualdade do Estado da Bahia (SEPROMI), promoveu o I Seminário Regional de Ações Afirmativas do Recôncavo Baiano (SEMAARB), com o tema: Um passo para a igualdade. O intuito é mobilizar lideranças populares e institucionais para debater a aplicação de políticas afirmativas no Recôncavo e a criação de unidades de reparação racial nos municípios da região.

O evento foi realizado durante todo o dia, no Centro Cultural Dannemann, em São Félix, com palestras, grupos temáticos, oficinas e atrações musicais. O dia foi escolhido por simbolizar a luta dos povos do continente africano pela sua independência e emancipação, e representa a data da Libertação da África. Diversos temas foram discutidos, como cotas raciais, a relação do Brasil com países da África, o desafio da afirmação identitária da juventude negra na sociedade e o papel de uma academia, como a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), na promoção da igualdade racial e do desenvolvimento sustentável regional.

O encontro teve a participação do professor Jorge Portugal, do deputado Estadual, Bira Corôa, representantes da Casa de Angola e da Nigéria na Bahia, da secretária de Reparação Social de Maragogipe, Marina Bonfim, do Pró-reitor de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE), da UFRB, Ronaldo Crispim, dentre outras personalidades de vários segmentos da sociedade da região.

Sobre as contribuições da mulher negra no atual cenário político e econômico do Brasil, Marina Bonfim salientou: “Nós mulheres não estamos aqui só para somar, mas para que em todo lugar que passamos possamos construir e reconstruir nossa história, de forma diferente, lutando contra todos os tipos de preconceito”.

Ronaldo Crispim falou do Recôncavo como fruto de forma política que os portugueses desenvolveram para a sua segurança e fortificação e ressaltou que: “A UFRB tem como missão, através do processo histórico, de traduzir a região com o povo do Recôncavo, mediado pelos conjuntos de ações e programas, desenvolvidos pela própria universidade”.

O evento foi encerrado com o Show do samba de roda Filhos do Varre-Estrada, do grupo Filhos de Nagô e lançamento do 1º CD de Jeremias Gomes, filho de Edson Gomes.

Áudios:

Marina Bonfim fala sobre a existência de uma sociedade onde não haja mais preconceito.

Professor Jorge Portugal propõe a criação de TV que represente a voz do negro no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *