Bildung e segunda natureza: Mcdowell leitor de Gadamer

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v19i1.1061

Palavras-chave:

Bildung; Segunda natureza; McDowell; Espontaneidade.

Resumo

Em seu livro Mente e Mundo John McDowell pretende superar a oscilação entre duas abordagens que pretendem mediar à relação entre as mentes e o mundo, de um lado temos o mito do dado dizendo que os pensamentos precisam de uma coerção a partir do mundo exterior, e do outro lado temos o coerentismo que apresenta a ideia de que apenas uma crença pode justificar outra crença. Para defender sua abordagem e naturalizar as capacidades conceituais, situando a espontaneidade na natureza sem reduzi-la no interior do reino da lei. A natureza humana seria então uma segunda natureza que não é só formada a partir das capacidades adquiridas no nascimento, mas que são formadas também a partir da Bildung. Ao lançar mão dessas noções, McDowell traz a discussão das ideias de Han-Georg Gadamer sobre a experiência de abertura para o mundo através da linguagem. Deste modo, a intenção do presente artigo é de discutir sobre as implicações das noções de Bildung e segunda natureza na obra de McDowell buscando um maior esclarecimento a partir da influência e das interpretações de Gadamer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Natália Richter, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Doutoranda em Filosofia na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria – RS, Brasil.

Referências

BOYLE, Matthew. Additive Theories of Rationality: A Critique. In: European Journal of Philosophy, 2016.

BRISCO, Stefano Di. Second Nature and Animal life. In: Between the species, Issue X, August, 2010.

BUBNER, Rüdiger. Bildung and Second Nature. In: in N. H. Smith (a c. di), Reading McDowell, Routledge, 2002.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e Método I – Traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica, Tradução de Flávio Paulo Meurer. 14a Ed. Petrópolis, RJ: Vozes. Bragança Paulista: Editora Universitária São Francisco, 2014.

GRONDIN, J. Vattimo’s Latinization of Hermeneutics: Why Did Gadamer Resist Postmodernism? In: Weakening Philosophy: Essays in Honour of Gianni Vattimo, ed. S. Zabala. Montreal & Kingston: McGill-Queen’s University Press, 2007.

MARINO, Stefano. Seconda natura, liberta e corporeità. Alcune considerazioni su Gadamer e McDowell. In: Philosophical Readings III.1, 2011.

McDOWELL, John. Capacidades conceituais na percepção, Tradução de Herivelto Pereira de Souza. doispontos, Curitiba, São Carlos, vol. 3, n. 1, p.147-170, abril, 2006.

McDOWELL, J. Mind and World. Cambridge (MA): Harvard University Press. 1996

McDOWELL, John. Mente e Mundo. Tradução de João Vergílio Gallerani Cuter. Aparecida, SP : Idéias & Letras, 2005.

McDOWELL, John. Gadamer and Davidson on Understanding and Relativism. In : The Engaged Intellect: Philosophical Essays. Harvard University Press. p. 134-151, 2009.

McLEAR, Colin. The Kantian (Non)- Conceptualism Debate. In: Philosophy Compass, July 21, 2014.

NORRIS, Christopher. ‘Second Nature’, Knowledge and Normativity: revisiting McDowell’s Kant. In: Diametros nr 27: 64 – 107, 2011.

PUTNAM, Hilary. Why reason can’t be naturalized. Synthese52(1982) 3-23.

THANING, Morten S. The Problem of Objectivity in Gadamer’s Hermeneutics in light of McDowell’s Empiricism. Springer International Publishing Switzerland 2015.

THORNTON, T. John McDowell. Chesham: Acumen, 2004.

Downloads

Publicado

2019-02-28

Como Citar

RICHTER, B. N. Bildung e segunda natureza: Mcdowell leitor de Gadamer. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 186-196, 2019. DOI: 10.31977/grirfi.v19i1.1061. Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/griot/article/view/1061. Acesso em: 13 ago. 2020.

Edição

Seção

Artigos