Da modernidade em Luc Ferry à pós-modernidade de Vattimo: as diferentes concepções de niilismo

Palavras-chave: Modernidade; Pós-modernidade; Niilismo.

Resumo

O referido trabalho pretende estabelecer uma interpretação acerca da modernidade e da passagem dessa à pós-modernidade a partir da filosofia de dois autores contemporâneos, a saber, o filósofo francês Luc Ferry e o filósofo italiano Gianni Vattimo. Notar-se-á que entre os autores, apesar de alguns poucos pontos em comum, prevalece divergência de pontos de vista e de compreensão dos acontecimentos históricos, políticos e sociais que marcaram a sociedade moderna e, posteriormente, a pós-modernidade. A chave de leitura será o conceito de niilismo, que em Ferry ganha uma conotação de força e de manutenção de verdades fortes, o que caracteriza, segundo ele, a modernidade; enquanto que, em Vattimo esse niilismo é o enfraquecimento dessas estruturas modernas e a garantia da pós-modernidade enquanto um momento de superação das verdades metafísicas. Diante desse cenário, analisaremos os limites da proposta de Ferry que se apega a uma crítica do niilismo realizada por Nietzsche, desconsiderando, contudo, a afirmação que o anunciador da morte de Deus faz de um niilismo ativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Douglas Willian Ferreira, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Doutorando em Ciências da Religião e professor substituto na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora – MG, Brasil. . Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil..

Referências

FERRY, Luc. A revolução do amor, por uma espiritualidade laica. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012a.

FERRY, Luc. Aprender a viver. Rio de Janeiro: Objetiva, 2007.

FERRY, Luc. O que é uma vida bem sucedida? Rio de Janeiro: DIFEL, 2004.

FERRY, Luc. Famílias, amo vocês, política e vida privada na época da globalização. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010.

FERRY, Luc. Vencer os medos, a filosofia como amor à sabedoria. São Paulo: Martins Fontes, 2008a.

FERRY, Luc; JERPHAGNON, Lucien. A tentação do cristianismo, de seita a civilização; Rio de Janeiro: Objetiva, 2012b

FERRY, Luc; GAUCHET, Marcel. Depois da Religião, o que será do homem depois que a religião deixar de ditar a lei? Rio de Janeiro: DIFEL, 2008b.

VATTIMO, Gianni. Acreditar em acreditar. Lisboa: Relógio D’água, 1998.

VATTIMO, Gianni. Adeus à verdade. Petrópolis: Vozes, 2016.

VATTIMO, Gianni. A sociedade transparente. Lisboa: Relógio d’Água, 1992.

VATTIMO, Gianni. Depois da cristandade, por um cristianismo não religioso. Rio de Janeiro: Record, 2004.

VATTIMO, Gianni. Ética de la interpretación. Barcelona: Paidós, 1991.

VATTIMO, Gianni. O fim da modernidade, niilismo e hermenêutica na cultura pós-moderna.São Paulo: Martins Fontes, 2002.

VATTIMO, Gianni; RORTY, R.O Futuro da Religião – solidariedade, caridade e ironia. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2006.

DELEUZE, Gilles. Nietzsche e a Filosofia. Rio de Janeiro: Editora Rio, 1976.

ECO, Umberto; MARTINI, Carlo Maria. Em que creem os que não creem? Rio de Janeiro: Record, 2016. 18ª ed.

HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

HARVEY, David. Condição Pós-Moderna, Uma Pesquisa sobre as Origens da Mudança Cultural. São Paulo: Loyola, 1992.

HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich. Fenomenologia do Espírito. Petrópolis, RJ: Vozes, 1992. 2ªed.

NIETZSCHE, Friedrich. Assim Falava Zaratustra. 2002. Disponível em: . Acesso em: 15 maio 2017.

NIETZSCHE, Friedrich. Fragmentos póstumos. Madri: Tecnos, 2006.

PASCAL, Blaise. Pensamentos. São Paulo: Abril Cultural, 1979 (Coleção Os Pensadores).

ROCHA, Alessandro Rodrigues. Filosofia, Religião e Pós-modernidade: uma abordagem a partir de Gianni Vattimo. Campinas: Ideias e letras, 2013.

VOLPI, Franco. O niilismo. São Paulo: Loyola, 1999.

ZABALA, Santiago. Weakening Philosophy: Essays in Honour of Gianni Vattimo. Londres: McGill-Queen’s University Press, 2007.

Publicado
2019-06-13
Como Citar
FERREIRA, D. Da modernidade em Luc Ferry à pós-modernidade de Vattimo: as diferentes concepções de niilismo. Griot : Revista de Filosofia, v. 19, n. 2, p. 87-107, 13 jun. 2019.
Seção
Artigos