Estado pastoral e governo político dos homens

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v20i2.1473

Palavras-chave:

Poder pastoral; Governo; Condução; Verdade; Estado-moderno.

Resumo

Servindo-nos do referencial foucaultiano examinamos aqui o pressuposto básico do ordenamento político moderno e contemporâneo, a saber, a concepção decisiva de que os homens são governáveis. No percurso genealógico aberto por Michel Foucault examinamos a reelaboração política do que fora originalmente o poder espiritual judaico-cristão de governo das almas. Para Foucault, o moderno governo político dos homens está situado no cruzamento de dois conjuntos de poderes prefigurados no cristianismo primitivo: a) a arte pastoral de conduzir condutas deslocada da destinação escatológica das almas à gestão calculada da vida biológica (biopolítica) e b) a dupla produção do conhecimento necessário ao bom governo; a produção utilitária da verdade que serve à própria arte pastoral governo e a manifestação pura ou aletúrgica da verdade a propósito dos governáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cicero Josinaldo Silva Oliveira, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO), Rio de Janeiro – Brasil. Professor de Filosofia da Universidade Federal do Goiás (UFG), Cidade de Goiás – GO, Brasil.

Referências

CANDIOTTO, César. A governamentalidade política no pensamento de Foucault. Filosofia Unisinos, 11(1): 33-43, jan./abr. 2010.

CASTRO, Edgardo. Vocabulário Foucault. Um percurso pelos seus temas, conceitos e autores. 2ª ed. Trad. Ingrid Müller Xavier. Ver. téc. Walter Omar Kohan & Alfredo Veiga-Neto. Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo: Grupo Autêntica, 2016.

FOUCAULT, Michel. Do governo dos vivos. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. Trad. Martina Ermantina Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade. Trad. Pedro Tamen. Lisboa: Relógio D’Água Editores, 1994.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Trad. Roberto Machado. Rio de janeiro: Edições Graal, 2011.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo, 2008a.

FOUCAULT, Michel. Segurança, território, população. A vontade de saber. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2008b.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. 32 ed. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 1997.

REVEL, Judith. Dicionário Foucault. Trad. Anderson Alexandres da Silva. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2011.

Downloads

Publicado

2020-06-12

Como Citar

OLIVEIRA, C. J. S. Estado pastoral e governo político dos homens. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 75-87, 2020. DOI: 10.31977/grirfi.v20i2.1473. Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/griot/article/view/1473. Acesso em: 15 ago. 2020.

Edição

Seção

Artigos