A constituição hermenêutica filosófica das ciências humanas em Hans-Georg Gadamer

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v20i2.1777

Palavras-chave:

Hermenêutica; Ciências Humanas; Compreensão; Linguagem.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar, a partir da obra Verdade e Método, as principais perspectivas que dão fundamentação para a tese gadameriana de uma hermenêutica filosófica inerentes as ciências humanas. A hipótese principal é que Gadamer desenvolve uma reflexão não-metodológica para as ciências humanas guiada pela relação inextricável entre hermenêutica crítica e a linguagem, entendida como o modo de ser dialógico da interpretação. Para desenvolver tal hipótese, três momentos são relevantes: primeiro momento apresenta o caminho não-metodológico de Gadamer a partir da apropriação dos conceitos de tato, do jogo e da arte. No segundo momento, avança sobre o amadurecimento gadameriano da hermenêutica das ciências humanas a partir da noção de hermenêutica da faticidade desenvolvida por Heidegger. No terceiro momento, constitui a aproximação entre hermenêutica e linguagem como ponto de diálogo com a tradição, fazendo-se, assim, aflorar a consciência história efeitual. Conclui-se que a constituição da hermenêutica das ciências humanas tem por objetivo principal preparar para uma consciência hermenêutica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Thiago Alves Sousa, Universidade Federal do Piauí (UFPI); Universidade Estadual do Piauí (UESPI)

Doutorando em Filosofia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), Teresina – PI, Brasil. Professor Substituto da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Parnaíba – PI, Brasil.

Referências

BACON, F. O progresso do conhecimento. Trad.Raul Filker. São Paulo: Editora Unesp, 2007.

CHALMERS, A.F. O que é ciência afinal? Trad. Raul Filker. São Paulo: Editora Brasiliense, 1993.

DESCARTES, R. Discurso do método. Trad. Maria Ermania Galvão. São Paulo: Manrtins Fontes, 2011.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método I. Trad. Flávio Paulo Meurer. 10.ed. Petrópolis – Rio de janeiro: Editora Vozes, 2015.

GADAMER. Hans-Georg Verdade e método II: complementos e índices. Trad. Marcia Sá Cavalcante-Schuback. Petrópolis: Vozes, 2010.

GADAMER. Hans-Georg. O problema da consciência histórica. Trad. Paulo Cesár Duque Estrada. (Org. Pierre Fruchon). Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.

GRONDIN, Jean. Hermenêutica. Trad. Marcos Marcionilo. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

GADAMER. Hans-Georg. Introdução à hermenêutica filosófica. Trad. Benno Dischinger. São Leopoldo: Editora UNISSINOS, 1999.

HEIDEGGER. M. Ser e Tempo. 6 ed. Petróplolis, RJ: Vozes; Bragança Paulista, SP: Editora Universitária São Francisco, 2012.

LAWN, Chris. Compreender Gadamer. Trad. Hélio Magri Filho. 2.ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

LAWN, Cris; KEANE, Nial. The Gadamer dictionary. London: Continuum, 2011.

LÉVINAS. Descobrindo a Existência com Husserl e Heidegger. 2. ed. Lisboa: Ed. Instituto Piaget, 1967.

MANTZAVINOS, Chrysostomos. O círculo hermenêutico: que problema é este? Tempo Social Revista de Sociologia da USP. V. 26, n. 2 2005, p 57-69.

MILL, John Stuart. A Lógica das ciências morais. Trad. de Alexandre Braga Massella. São Paulo: Iluminuras, 1999.

NIETZSCHE, Friedrich. A vontade de poder. Trad. Marcos Sinésio Pereira Fernandes. Rio de Janeiro: Contraponto, 2011.

NUNES, Benedito. Passagem para o poético: filosofia e poesia em Heidegger. 2. ed. São Paulo: Editora Ática, 1992.

PALMER. Richard. Hermenêutica. Trad. Maria Luísa Ribeiro Ferreira. Lisboa: Edições 70, 1969.

SCHMIDT. Lawrence K. Hermenêutica. 3. ed. Trad. Fábio Ribeiro. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

SILVA, Rui Sampaio. O círculo hermenêutico e a distinção entre ciências humanas e ciências naturais. Ekstases: revista de fenomenologia e hermenêutica. Rio de Janeiro, v.1 n.2, 2013, p. 54-72.

WEINSHEIMER, Joel C. Gadamer’s hermeneutics: a Reading of truth and method. New York: Yale University Press. 1985.

Downloads

Publicado

2020-06-12

Como Citar

SOUSA, P. T. A. A constituição hermenêutica filosófica das ciências humanas em Hans-Georg Gadamer. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 224-243, 2020. DOI: 10.31977/grirfi.v20i2.1777. Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/griot/article/view/1777. Acesso em: 20 set. 2020.

Edição

Seção

Artigos