Notas sobre o misticismo racional de Erwin Schrödinger

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v22i1.2757

Palavras-chave:

Erwin Schrödinger; Ética; Metafísica; Misticismo; Unicidade da consciência.

Resumo

Frequentemente referido como um dos “pais da mecânica quântica”, o pensamento de Erwin Schrödinger foi popularizado pelas suas contribuições na física contemporânea. No entanto, tal pensador contribuiu para a discussão acerca dos limites do pensamento filosófico e da fundamentação última da realidade, principalmente nos seus escritos tardios. O presente artigo aborda tais discussões, tendo como fio condutor a noção schrödingeriana de ‘consciência’ e as implicações éticas de tal concepção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raoni Wohnrath Arroyo, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Doutor(a) em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis – SC, Brasil. Pesquisador(a) pós-doutoral no Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas – SP, Brasil. Apoio: processo no 2021/11381-1, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), São Paulo – SP, Brasil. Membro da International Network on Foundations of Quantum Mechanics and Quantum Information, grupo de Florianópolis – SC, Brasil. Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Lógica e Fundações da Ciência do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Brasil.

William Davidans Sversutti, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Doutorando(a) em Filosofia na Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba- PR, Brasil. O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Brasil - Código de Financiamento 001.

Referências

BERTOTTI, Bruno. “The later work of E. Schrödinger”. Studies in History and Philosophy of Science Part A, vol. 16, n. 2, pp. 83–100, 1983.

BITBOL, Michel. “The problems of other minds: a debate between Schrödinger and Carnap”. Phenomenology and the Cognitive Science, vol. 3, n. 1, pp. 115–123, 2004.

COHEN, Robert S. “Some Notes on Schrödinger and Mysticism”. Em: BITBOL, Michel; DARRIGOL, Olivier (Eds.). Schrödinger: Philosophy and the Birth of Quantum Mechanics, pp. 95–100. Gif-sur-Yvette, Editions Frontieres, 1992.

CONGER, George P. “Eastern and Western Metaphysics”. Em: MOORE, Charles A. Philosophy: East and West, pp. 236–247. Princeton: Princeton University Press, 1944.

GOUGH, Archibald E. The Philosophy Of The Upanishads And Ancient Indian Metaphysics. London: Kegan Paul, 1891.

HALL, Joseph; KIM, Christopher; MCELROY, Brien; SHIMONY, Abner. Wave-Packet Reduction as a Medium of Communication. Foundations of Physics, vol. 7, n. 9/10, pp. 759-767, 1977.

MARIA PEREIRA, Helena. Platão, A República: Introdução, tradução do grego e notas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1990.

MURR, Caroline E. A Realidade Através Do Espelho: Schrödinger E Russell No País Da Objetivação. 2014. 323 p. Tese (Doutorado em Filosofia). Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2014.

MURR, Caroline E. Física Quântica E Objetividade Científica: Algumas Ideias Filosóficas De Erwin Schrödinger. 2010. 162 p. Dissertação (Mestrado em Filosofia). Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2010.

PLATÃO. Carta VII. Tradução de José Trindade dos Santos e Juvino Maia Jr. Rio de Janeiro: Loyola/PUC-Rio, 2008.

POSER, Hans. “The Notion Of Consciousness In Schrödinger’s Philosophy Of Nature”. Em: GÖTSCHL, Johann (Ed.). Erwin Schrödinger's World View: The Dynamics Of Knowledge And Reality, pp. 153–168. Kluwer Academic Publishers, 1992.

RADHAKRISHNAN, Sarvepalli. “The Vedanta Philosophy and the Doctrine of Maya”. International Journal of Ethics, pp. 431–451, vol. 24, n. 4, 1914.

ROBINSON, Howard. “Dualism”. Em: ZALTA, Edward N. (Ed.), The Stanford Encyclopedia of Philosophy. Stanford: Metaphysics Research Lab, Stanford University, 2020. Disponível em: <https://plato.stanford.edu/archives/fall2020/entries/dualism/>. Acesso: 08/10/2021.

SCHRÖDINGER, Erwin R. J. My View of the World. Cambridge: Cambridge University Press, 1964.

SCHRÖDINGER, Erwin R. J. O que é vida? O aspecto físico da célula viva seguido da Mente e matéria e Fragmentos autobiográficos. Tradução de Jesus de Paula Assis e Vera Yukie Kuwajima de Paula Assis. São Paulo: Fundação da Editora da UNESP, 1997.

SILVA, Vinicius C. “A Filosofia da Natureza de Erwin Schrödinger”. Ensaios Filosóficos, Vol 4, pp. 167–184, 2011.

BERGSON, Henri. O pensamento e o movente: ensaios e conferências. São Paulo, Martins Fontes, 2006.

JAMES, William. The Varieties of Religious Experience: A Study in Human Nature. London, Routledge, 2002.

ROW, Tallapragada G. S.; BLAVATSKY, Helena P.; MAVALANKAR, Damodar K. The Mahatma Letters To A. P. Sinnett. London, T. Fisher Unwin, 1923.

WIGNER, Eugene. Remarks On The Mind-Body Question. Em: WHEELER, John; ZUREK, Wojciech (Eds.). Quantum Theory and Measurement, pp. 168-181. Princeton: Princeton University Press, 1983.

Downloads

Publicado

2022-02-27

Como Citar

ARROYO, R. W.; SVERSUTTI, W. D. Notas sobre o misticismo racional de Erwin Schrödinger. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 22, n. 1, p. 215–226, 2022. DOI: 10.31977/grirfi.v22i1.2757. Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/griot/article/view/2757. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos