A visão integral da pessoa no pensamento de Emmanuel Mounier e José Saramago

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v22i2.2776

Palavras-chave:

Pessoa; Objetividade; Subjetividade; Liberdade.

Resumo

Este trabalho foi realizado com o objetivo de apresentar uma visão integral da pessoa necessária para uma vivência sadia da própria objetividade/subjetividade, tendo como base alguns preceitos de Emmanuel Mounier, somados, por sua vez, à questão da (ar)racionalidade em José Saramago. Tais abordagens serão iniciadas pela corporeidade que mostra o corpo como parte essencial da pessoa, ou seja, através dele ela exprime-se como tal e se expõe diante do mundo e dos outros. Porém, esta mesma pessoa está para além do corpo, da exterioridade, ela é interioridade e aí encontra a força que favorece o salto da própria realidade pessoal, isto é, favorece a dinâmica interior-exterior. Nesta dinâmica surge o grande dom da liberdade que, embora interior, se manifesta nos atos humanos. Para a elaboração deste estudo, foi utilizada uma metodologia de cunho exploratório bibliográfico levando em conta as principais obras dos autores. Concluímos, por fim, que as propostas de Mounier e Saramago acerca da liberdade se aproximam e apresentam pontos ainda extremamente necessários no mundo atual, pois saber que a liberdade não é pura objetividade, ou seja, que devemos vivê-la em vez de vê-la, e nem pura subjetividade, isto é, o mundo não se adéqua somente as minhas vontades, é saber que a experiência humana é vivida sob condições, o que nos ajuda a colocar ou manter os pés no chão. Somos livres à medida que fazemos os outros livres, eis o grande desafio!

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Freitas de Araújo Alves, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Doutorando(a) em educação na Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus - AM, Brasil. Professor(a) Substituto(a) da Escola Técnica Estadual José Martimiano da Silva (ETEC JMS), Ribeirão Preto – SP, Brasil.

Daniel Vecchio Alves, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Doutor(a) em história pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas – SP, Brasil. Pós-doutorando(a) na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro – RJ, Brasil.  

Referências

AGUILERA, Fernando. As Palavras de José Saramago. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

AQUINO JR., Francisco de. A dimensão espiritual da vida humana. Artigo impresso.

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA. São Paulo: Loyola, 2000

Dicionários Acadêmicos. Latim – Português e Português – Latim. Porto: Portugal: Porto Editora, 2006.

MOUNIER, Emmanuel. O Personalismo. Trad. João Bénard da Costa. São Paulo: Duas cidades, 1964.

MOUNIER, Emmanuel. Manifesto ao Serviço do Personalismo. Trad. António Ramos Rosa. Lisboa: Livraria Morais, 1967.

RAMPAZZO, Lino. Antropologia das Religiões e Valores Cristãos. São Paulo: Loyola, 1996.

SARAMAGO, José. Ensaio sobre a cegueira. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

SARAMAGO, José. A caverna. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SARAMAGO, José. Ensaio sobre a lucidez. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

SARAMAGO, José. As intermitências da morte. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

SEVERINO. Pessoa e existência: iniciação ao personalismo de Emmanuel Mounier. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1983.

Downloads

Publicado

2022-06-19

Como Citar

ALVES, F. F. de A.; VECCHIO ALVES, D. . A visão integral da pessoa no pensamento de Emmanuel Mounier e José Saramago. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 227–241, 2022. DOI: 10.31977/grirfi.v22i2.2776. Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/griot/article/view/2776. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos