O sofrimento e a questão de Deus: uma leitura de Lévinas em tempos de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v22i2.2930

Palavras-chave:

Deus; Mal; Lévinas; Pandemia; Teodiceia.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar a compreensão do filósofo Emmanuel Lévinas no que concerne às questões do sofrimento e do mal no mundo, mazelas frequentemente consideradas como obstáculos à crença em Deus. O filósofo franco-lituano, fugindo da lógica das teodiceias, desenvolveu perspectivas instigantes e originais sobre esses temas, situando-os em um domínio eminentemente ético. Trata-se de uma ética que foge da reciprocidade, em um contexto de assimetria, com a concessão da prioridade absoluta ao outro homem. Tais reflexões são especialmente relevantes no dramático cenário estabelecido pela pandemia da Covid-19, de sofrimento, morte e incertezas diversas, inclusive no que diz respeito à narrativa de Deus. O novo coronavírus determinou uma crise de dimensões globais, que suscita a necessidade da instauração de um novo paradigma civilizacional, privilegiando princípios como a cooperação, a solidariedade humana e a responsabilidade ética para com o próximo, horizonte no qual as concepções de Lévinas estão inseridas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiano Victor de Oliveira Campos, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Doutor(a) em Ciência da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Professor(a) da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), Belo Horizonte – MG, Brasil.

 

Luiz Fernando Pires Dias, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Doutorando(a) em Ciências da Religião (Bolsista Capes) pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), Belo Horizonte – MG, Brasil.

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Ética pós-moderna. São Paulo: Paulus, 1997.

BIRMAN, Joel. O trauma na pandemia do Coronavírus. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2020. E-book.

BOFF, Leonardo. Covid-19 a mãe terra contra-ataca a humanidade: advertências da pandemia. Petrópolis: Vozes, 2020.

CAMPOS, Fabiano Victor de Oliveira. O Deus “outramente que ser” de Emmanuel Levinas. Horizonte, Belo Horizonte, v. 17, n. 53. 2019, p. 1249-1282.

CHALIER, Catherine. La persévérance du mal. Paris: Du Cerf, 1987.

CHRISTAKIS, Nicholas A. Apollo's Arrow: The Profound and Enduring Impact of Coronavirus on the Way We Live. New York: Little, Brown and Company, 2020. E-book.

COSTA, José André da. Crítica ao modelo moderno de subjetividade: a proposta de subjetividade no pensamento de Levinas. In: CARBONARI, Paulo César; COSTA, José André da; DALMÁS, Giovana (Org.). Ética, educação e direitos humanos: estudos em Emmanuel Levinas. Passo Fundo: IFIBE, 2008, p. 157-178.

DUPUY, Jean-Pierre. Ainda há catástrofes naturais? Análise Social, Lisboa, vol. 41, n. 181, Tecnologia: Perspectivas críticas e culturais, Instituto Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, 2006, p. 1181-1193.

FACKENHEIM, Emil. La présence de Dieu dans l’histoire: affirmations juives et réflexions philosophiques après Auschwitz. Paris: Verdier,1980.

HANUS, G. 2008. Le mal : entre facticité et théodicée. In: C. BRENNER; G. HANUS. Cahiers d’Etudes Lévinassiennes, 2008 nº 7 : Le mal. Arcueil, Institut d’Etudes Lévinassiennes, p.51-64.

HARARI, Yuval Noah. Notas sobre a pandemia: e breves lições para o mundo pós-coronavírus. São Paulo: Companhia das Letras, 2020.

LEIBNIZ, Gottfried Wilhelm. Ensaios de teodiceia sobre a bondade de Deus, a liberdade do homem e a origem do mal. 2.ed. São Paulo: Estação Liberdade, 2017.

LÉVINAS, Emmanuel. Autrement qu’être : ou au-delà de l’essence. Paris : Kluwer Academic, 1978. (Le livre de poche).

LÉVINAS, Emmanuel. De Dieu qui vient à l’idée. 2ª ed., Paris : Vrin, 2004.

LÉVINAS, Emmanuel. Difficile liberté : essais sur le judaïsme. 3.ed. Paris : Albin Michel, 2010.

LÉVINAS, Emmanuel. Entre nous : essais sur le penser-à-l’autre. Paris : Grasset, 1991. (Le livre de poche).

LÉVINAS, Emmanuel. Entretiens Emmanuel Lévinas/ François Poirié. In : POIRIÉ François. Emmanuel Levinas : essai e entretiens. Paris : Actes Sud, 1996. p. 59 a169.

LÉVINAS, Emmanuel. Éthique et infini: dialogues avec Philippe Nemo. Paris: Fayard, 1982. (Le livre de poche).

MESSINA, Aïcha Liviana. Souffrance éthique et souffrance tragique : l’élaboration lévinassienne de la critique nietzschéenne de la compassion. Kriterion, Belo Horizonte, nº 134, 2016, p. 379-399.

NIETZSCHE, Friedrich. O anticristo. Lisboa: Edições 70, 2104. E-book.

OMBROSI, Orietta. Souffrances inutiles : La fin de la théodicée d'après E. Levinas. Gregorianum, Roma, Vol. 87, No. 2, 2006, p. 368-379.

PIVATTO, Pergentino S. Ética da alteridade. In: OLIVEIRA, Manfredo A. de (org.). Correntes fundamentais da ética contemporânea. 5ª ed. Petrópolis: Vozes, 2014, p. 79-97.

REA, Caterina. Retrait de Dieu et question du mal : une lecture éthique du mythe de Hans Jonas. Revue philosophique de Louvain. Louvain, v. 100, n. 3, 2002, p. 527-548.

SCHWARCZ, Lilia Moritz; STARLING, Heloisa Murgel. A bailarina da morte: a gripe espanhola no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2020. E-book.

SIDEKUM, Antônio. Ética e direitos humanos em Emmanuel Levinas. In: CARBONARI, Paulo César et al. Ética, educação e direitos humanos: estudos em Emmanuel Levinas. Paso Fundo: IFIBE, 2008, p. 157-178.

ZAKARIA, Fareed. Dez lições para o mundo pós-pandemia. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2021. E-book.

ZIELINSKI, Agata. Levinas : la responsabilité est sans pourquoi. Paris : PUF, 2015. E-book.

ŽIŽEK, Slavoj. Pandemia: A covid-19 sacode o mundo. Vigo: Editorial Galaxia, 2020. E-book.

Downloads

Publicado

2022-06-19

Como Citar

DE OLIVEIRA CAMPOS, F. V. .; PIRES DIAS, L. F. O sofrimento e a questão de Deus: uma leitura de Lévinas em tempos de pandemia. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 268–279, 2022. DOI: 10.31977/grirfi.v22i2.2930. Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/griot/article/view/2930. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos