James, Wittgenstein e o pragmatismo: aproximações e distanciamentos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v14i2.724

Palavras-chave:

Pragmatismo; Linguagem; James; Wittgenstein.

Resumo

Além de apontar os tópicos nos quais Wittgenstein mantém relação direta com o pensamento de James – ainda que de forma crítica -, almeja-se aqui demonstrar que os pensadores possuem pontos de convergência relevantes e, ainda, compartilham de compromissos filosóficos comuns, como a crítica ao antifundacionalismo, a prioridade da prática sobre a subjetividade e intelecto, o holismo no que tange a significação dos termos, dentre outros. Mais que isso, almeja-se também pontuar aqui em quais pontos a crítica de Wittgenstein a James realmente faz jus ao pensamento do autor americano. No mais, busca-se ainda o esclarecimento da noção de pragmatismo entendido por Wittgenstein, principalmente por sua possível relação teórica com James, a fim de responder sobre a possibilidade de se enquadrar ou não a filosofia de Wittgenstein sob a ótica pragmática. Assim sendo, torna-se necessário agora a realização de uma análise mais pormenorizada dos objetivos acima mencionados, bem como uma clarificação da problemática em torno deles.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Filicio Mulinari, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Doutorando em filosofia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo - Brasil.

Referências

BUDD, Malcolm. Wittgenstein’s Philosophy of Psychology. 2ª Edição. Padstow, Cornwall, Great Britain: Routledge London and New York. 1993.

CAVELL, Stanley. The Claim of Reason: Wittgenstein, Skepticism, Morality, and Tragedy. Oxford: Oxford University Press, 1979.

FOGELIN, Robert J. Wittgenstein, 2nd ed. New York and London: Routledge, 1987

JAMES, William. The Varieties of Religious Experience. New York: Longmas, Green and Co., 1917.

JAMES, William. Writings 1902-1910 Literary Classics of the United Stares, Inc., New York, 1987.

JAMES, William. The Principles of Psychology. Cambridge, MA: Harvard University Press, 1983.

LOVEJOY, Arthur. The Thirteen Pragmatisms. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 1963.

McGINN, Colin. Wittgenstein on Meaning .Oxford: Basil Blackwell, 1984.

PUTNAM, Hillary. The many faces of realism. La Salle, IL: Open Court, 1987.

PUTNAM, Hillary. Pragmatism. An open question. Oxford: Blackwell publishers, 1995.

PEARS, D. The False Prison. 2 vols. Oxford: Clarendon Press, 1987–8

SCHULTE, Joachim. Experience and Expression: Wittgenstein’s Philosophy of Psychology. Oxford: Clarendon Press, 1995.

STERN, David G. Wittgenstein on Mind and Language. Oxford and New York: Oxford University Press, 1995.

WITTGENSTEIN, Ludwig. On certainty. G.E.M. Ansombe and G.H. von Wright (eds.). Oxford: Blackwell, 1969.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Tractatus Logico-Philosophicus. D Pears and McGuinnes (Tr), London: Routledge & Kegan Paul, 1974.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Philosophical Remarks. Rush Rhees (Ed.) Oxford: Basil Blackwell, 1975.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Remarks on the Philosophy of Psychology. Vol. I. G.E.M. Anscombe and G.H. von Wright (eds). Oxford: Basil Blackwell, 1980.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Remarks on the Philosophy of Psychology. Vol. II. Luckhardt, C. G, and Aue, M (eds). Oxford: Basil Blackwell, 1980.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Last Writings on the Philosophy of Psychology, Vol I. ed. G.H. von Wright and Heikki Nyman, trans. C.G. Luckhardt and Maximiliam Aue. Chicago: University of Chicago Press, 1982

WITTGENSTEIN, Ludwig. Philosophical Investigations. The German Text, with a Revised English Translation. 3 ed. G.E.M. Anscombe (Ed. e Tr.), Oxford: Blackwell Publishing, 2001.

Downloads

Publicado

2016-12-18

Como Citar

MULINARI, F. James, Wittgenstein e o pragmatismo: aproximações e distanciamentos. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 90–103, 2016. DOI: 10.31977/grirfi.v14i2.724. Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/griot/article/view/724. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos