Carl Schmitt e Leo Strauss: diálogo entre conservadores para além do liberalismo?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v14i2.729

Palavras-chave:

Liberalismo; Político; Natureza; Conflito; Pós-liberalismo.

Resumo

O artigo aborda a interpretação de Leo Strauss sobre o “O conceito do político” de Carl Schmitt no texto “Notas sobre Carl Schmitt, O conceito do Político”. Tem por objetivo analisar os argumentos de Strauss contra Schmitt e seus comentários sobre o liberalismo. As críticas de Strauss são expostas em alguns argumentos centrais e, a partir deles, pretende-se elaborar uma reinterpretação do texto de Schmitt: a tese de que o jurista possui no texto sobre o político um realismo vinculado à imanência, mais precisamente, à relação de conflito como originária da ordem. Esta pode ser descrita como uma postura monista ou finitista em teoria política. Como conclusão, ressalta-se o abandono da Veritas transcendente para a validade da ordem política e a diferença entre os autores na possibilidade de uma política pós-liberal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Deyvison Rodrigues Lima, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Doutorando em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro – Brasil. Bolsista CAPES.

Referências

STRAUSS, Leo. “Notes on Carl Schmitt, The Concept of the Political”. In: SCHMITT, Carl. The Concept of the Political. Tradução de Matthias Konzen e John McCormick. Chicago: University of Chicago Press, 2007, p. 97-122.

STRAUSS, Leo. Spinoza’s Critique of Religion. Chicago: The University of Chicago Press, 1997.

SCHMITT, Carl. Der Begriff des Politischen. 6. Aufl. 5. Nachdruck der Ausgabe von 1963. Berlim: Duncker & Humblot, 2002.

SCHMITT, Carl. Politische Theologie. Vier Kapitel zur Lehre von der Souveränität, 8. Aufl. Berlim: Duncker & Humblot, 2004.

ESPOSITO, Roberto. Categorie dell’impolitico. Bologna: Il Mulino, 1999.

MEIER, Heinrich. Carl Schmitt and Leo Strauss: the hidden dialogue. Chicago: The University of Chicago Press, 2006.

VOEGELIN, Erik. “Die Verfassungslehre von Carl Schmitt”. In: ______ The Collected Works of Eric Voegelin, Volume 13: Selected Book Reviews. Jodi Cockerill; Barry Cooper, (Editores). Missouri: University of Missouri Press, 2001, p. 42-66.

Downloads

Publicado

2016-12-18

Como Citar

LIMA, D. R. Carl Schmitt e Leo Strauss: diálogo entre conservadores para além do liberalismo?. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 17–35, 2016. DOI: 10.31977/grirfi.v14i2.729. Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/griot/article/view/729. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos