FORMAS E SISTEMAS DE GOVERNO: UM ESTUDO DOS EDITORIAIS DO JORNAL A RAZÃO (1961-1963)

Autores

  • Jorge Alberto Cruz UFSM- Universidade Federal de Santa Maria

Palavras-chave:

Palavras chaves, parlamentarismo- presidencialismos- formas e sistemas de governo.

Resumo

Esta pesquisa aborda os sistemas de governo, Parlamentarista e Presidencialista, e seu uso no Brasil no período compreendido entre os anos de 1961 e 1963. Acredita-se na relevância dos arquivos de empresas jornalísticas para a realização de pesquisas históricas, econômicas, sociais e políticas. Esta investigação verificou como os editoriais do jornal A Razão abordaram as formas e sistemas de governo no período compreendido entre 26 de agosto de 1961 a 31 de março de 1963. Este órgão de imprensa representa um importante formador de opinião na cidade de Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul. Assim, os editoriais mostram as tendências político-ideológicas dos jornais. A coleta de dados foi realizada junto ao acervo do arquivo do Jornal A Razão, totalizando 21 editoriais. Os resultados obtidos revelam que os editorialistas sempre se manifestaram neutros procurando evitar um conflito armado e limitando os poderes políticos do presidente João Goulart.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Alberto Cruz, UFSM- Universidade Federal de Santa Maria

Mestre em patrimônio Cultural - UFSM (2011), Especialização em Pensamento Politico Brasileiro - UFSM (1996). Graduado em arquivologia pela Universidade Federal de Santa Maria- UFSM (1995) e graduação em Licenciatura Plena em História pela Faculdade de Filosofia Ciência e Letras Imaculada Conceição - FIC (1989), Foi Professor Assistente do curso de Arquivologia da Universidade Federal de Rio Grande -FURG e servidor técnico administrativo da UFSM- desempenhando o cargo de Chefe do Serviço de Informática do Hospital Universitário de Santa Maria conforme portaria nº 57.211/2010 do reitor da UFSM Atualmente é professor do curso de Arquivologia da Universidade Federal de Santa Maria.

Referências

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BEIGUELMAN, P.. O processo político-partidário brasileiro de 1945 ao plebiscito. In: MOTA, Carlos Guilherme (Organizador) Brasil em Perspectiva. 17 ed. Brertrand Brasil. 1977. p. 31-336.

BENEVIDES, M. V. O Plebiscito de 1993 à luz do precedente de 1963. In: Lua nova, revista de cultura e política. Estado reforma e desenvolvimento. 1993. n. 28/29. p. 75-83

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Parlamentarismo. Anais do Simpósio sobre parlamentarismo. Brasília: 1987.

CARLI, Gileno de. Visão da crise. Ed. Universidade de Brasília - UnB. Brasília, 1981.

DREIFUSS, R. A.. 1964: A conquista do Estado. Ação política, poder e golpe de classe. 5 ed. Vozes, Petrópolis: 1987.

FIGUEIREDO, A. C. & FIGUEIREDO, M. O plebiscito e as formas de Governo. Brasiliensi. São Paulo: 1993.

MAINWARING, S. Democracia presidencialista multipartidária: o caso do Brasil. In: Lua nova, revista de cultura e política. Estado reforma e desenvolvimento. 1993. n. 28/29. p. 75-83.

PILLA, Raul. Catecismo Parlamentarista. Livraria do Globo, Porto Alegre, 1949.

SOUZA, M. C. C. Processo político partidário na Primeira República. In MOTA, Carlos Guilherme (Organizador) Brasil em Perspectiva. 17 ed. Brertrand Brasil. 1977. p. 162-226.

TOLEDO, C. N. de. O Governo Goulart e o golpe de 1964. Brasiliensi. São Paulo: 1985.

Downloads

Publicado

2016-05-31