“Educar não é ato de amor; é ato político, e eu faço, da minha vida, política o tempo inteiro”: entrevista com Patrícia Melo

“Educar não é ato de amor; é ato político, e eu faço, da minha vida, política o tempo inteiro”: interview with Patrícia Melo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17648/2596-0334-v2i3-1701

Palavras-chave:

Entrevista

Resumo

Nesta edição, apresentamos aos nossos leitores mais uma entrevista. A convidada desta vez é a historiadora Patrícia Maria Alves de Melo, docente Titular do Departamento de História da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e investigadora visitante da Faculdade de História da Universidade de Lisboa (ULisboa). Tem tradição nas áreas de história indígena e do indigenismo, atuando como coordenadora do grupo de pesquisa História Indígena e da Escravidão Africana na Amazônia (HINDIA).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-26

Como Citar

Santana, G., & Oliveira, T. M. B. de. (2019). “Educar não é ato de amor; é ato político, e eu faço, da minha vida, política o tempo inteiro”: entrevista com Patrícia Melo: “Educar não é ato de amor; é ato político, e eu faço, da minha vida, política o tempo inteiro”: interview with Patrícia Melo. Revista Nordestina De História Do Brasil, 2(3), 165-175. https://doi.org/10.17648/2596-0334-v2i3-1701