Apresentação: história ancestral e o passado mais antigo do Brasil

Presentation: ancestral history and the most ancient past in Brazil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17648/2596-0334-v2i4-1917

Palavras-chave:

História. Arqueologia. Dossiê temático.

Resumo

Quando fomos convidados pela Revista Nordestina de História do Brasil para coordenar e prefaciar o número temático História Ancestral do Brasil, não deixamos de nos perguntar, como arqueólogos e historiadores, o que se entenderia por ancestral no contexto epistemológico. De início, pensamos em temas relativos à pré-história, termo consagrado mundialmente desde o século XIX, quando Sir Daniel Wilson a utiliza pela primeira (Prehistoric Annals of Scotland, 1851, e Prehistoric man, 1862) e por Sir John Lubbock, na sua valorizada obra Pre-historic Times (1865). O termo não seria substituído com êxito por nenhuma outra expressão, mas, seria ele suficiente dentro do espírito da Revista que é primordialmente de História do Brasil? Até onde chegaria essa ancestralidade? Vemos, pelos diversos significados da palavra, que ancestral pode ser tudo o que seja anterior a nossa contemporaneidade, embora com o suficiente peso ou significado histórico para haver influído na formação do nosso futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-06-28

Como Citar

Funari, P. P. A., & Martin, G. (2020). Apresentação: história ancestral e o passado mais antigo do Brasil: Presentation: ancestral history and the most ancient past in Brazil. Revista Nordestina De História Do Brasil, 2(4), 7-12. https://doi.org/10.17648/2596-0334-v2i4-1917

Edição

Seção

Dossiê Temático: História Ancestral do Brasil