Rapid Assay To Evaluate The Potential Of Caesalpinia pulcherrima Flower Extract In HCl Solution Standardization

Autores

  • Gilmara Fernandes Eça UFRB

Palavras-chave:

Titração ácido-base, Indicador de pH, Química Verde

Resumo

Indicadores artificiais são tóxicos ao meio ambiente. Uma alternativa para minimizar a geração de resíduos é a utilização de indicadores naturais, atendendo à Química Verde. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial do extrato da flor de Caesalpinia pulcherrima na padronização da solução de ácido clorídrico (HCl), em comparação com o indicador artificial de Vermelho de Metila, por meio da técnica titulométrica. Esse procedimento de padronização de solução ácida usando indicador natural é pioneiro e deve ser estudado. Pétalas de flores foram maceradas com álcool etílico PA 1:1 (m/v), e o extrato foi filtrado em filtro de fibra de vidro e armazenado em tubo de ensaio envolvido em papel alumínio. Os procedimentos de titulação foram realizados em triplicata, com o indicador artificial e o natural. O indicador natural foi capaz de detectar o ponto final da titulação do HCl com Bórax, apresentando o mesmo pH (em torno de 5,0) indicado pelo indicador artificial. As cores observadas no início e no final da titulação foram respectivamente, amarelo e rosa salmão com o uso do vermelho de metila e amarelo e lilás claro com o extrato de C. pulcherrima. Os resultados da concentração de HCl na solução padronizada foram semelhantes para o uso dos dois indicadores (natural e artificial). Assim, a utilização do extrato de C. pulcherrima avaliado na padronização da solução de ácido forte (HCl) com a base fraca (bórax) é vantajosa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12-03-2022

Edição

Seção

Química e Bioquímica