ESCORPIONISMO NO MUNICÍPIO DE CRUZ DAS ALMAS- BAHIA:

ESTRATÉGIAS E AÇÕES NA FORMAÇÃO DE AGENTES MULTIPLICADORES

Autores

  • Amanda de Carvalho Santos Menezes Universidade Federal do Recôncavo da Bahia/ Graduanda em Engenharia Sanitária e Ambiental - CETEC
  • Luís Vinícius Sena dos Santos Universidade Federal do Recôncavo da Bahia/ Graduando em Bacharelado em Biologia - CCAAB
  • André Caetité Ribeiro Universidade Federal do Recôncavo da Bahia/ Graduando em Agronomia - CCAAB
  • Karolina Oliveira Rocha Montenegro Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Cruz das Almas/ Mestre em Solos e Qualidade de Ecossistemas
  • Jacqueline Ramos Machado Braga Universidade Federal do Recôncavo da Bahia/ Docente do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB) https://orcid.org/0000-0003-4417-8591

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Escorpiões, Extensão, Recôncavo baiano, Resíduos urbanos, Saúde Pública

Resumo

O ser humano tem provocado impactos irreversíveis ao meio ambiente, pois a produção de lixo e seu descarte inadequado resultam no surgimento de locais ideais para a proliferação de animais sinantrópicos peçonhentos, como os escorpiões. O Estado da Bahia tem registrado o maior índice de escorpionismo da Região Nordeste do Brasil, sendo este um problema de saúde pública ainda negligenciado. Diante desse cenário, a Educação Ambiental (EA) se mostra como ferramenta transformadora. O presente estudo busca divulgar as estratégias e ações de EA na relação homem-lixo-escorpiões como determinante do processo saúde-doença, desenvolvidas no âmbito do projeto de extensão “Bicho e o Lixo” no município de Cruz das Almas-BA, de modo a transformar agentes comunitários de saúde em agentes multiplicadores de conhecimento sobre escorpionismo. Os resultados das atividades desenvolvidas revelam a necessidade de articulação das ações formativas/educativas sobre a prevenção de acidentes escorpiônicos, a importante sensibilização para a convivência harmoniosa entre o ambiente e as demais espécies, e que o diálogo entre a Universidade, o poder público local e a população resultem em um maior e mais efetivo impacto social sobre este tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARANHA, C.O. Modelagem de nicho ecológico de Tityus serrulatus Lutz & Mello, 1922 e Tityus stigmurus (Thorel, 1876) (Arachnida: Scorpiones). Dissertação Mestrado em Biodiversidade e Evolução. Universidade Federal da Bahia, 2013. Disponível em: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18312 Acesso em: 01 março 2021.

ARAÚJO, C.C..; ARAÚJO, W.V.; FRANÇA, M.S.; PERIARD JUNIOR, W.F.; SILVA, K.R. A. Elaboração de uma cartilha ilustrada como estratégia de Educação Ambiental para a preservação do meio ambiente e medidas que devem ser adotadas em caso de acidentes com animais peçonhentos. Revista Presença, v.5, n.13, 2020.

BAHIA. Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB). Boletim Epidemiológico. Vigilância de Escorpiões no Estado da Bahia, n. 4, 2016. Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2017/08/Boletim_Entomologico_n04_Escorpioes_22junho2016.pdf Acesso em: 25 janeiro 2022.

BARBOSA, T.C.D. Educação ambiental e valores: um olhar para os animais venenosos. 2015. 86 f. Trabalho de conclusão de curso (licenciatura - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/131721 Acesso em: 02 março 2021.

BARRETO, K.F.B.; OLIVEIRA, C.R.P.; OLIVEIRA, I.S.S. O zoológico como recurso didático para a prática da Educação Ambiental. Revista Faced, v. 15, p. 79-91, 2009.

CRIANÇA de 5 anos é picada por escorpião em Cruz das Almas. Portal Gongogi. Cruz das Almas, 16 mar 2021. Disponível em: https://portalgongogi.com/crianca-de-5-anos-e-picada-por-escorpiao-em-cruz-das-almas-cruz-das-almas/amp/ Acesso em: 20 jan. 2022.

CUNHA, F.C. Educação Ambiental: uma descrição das ações realizadas no município de Cruz das Almas (BA). Revbea, v. 13, n. 3, p.76-95, 2018.

EL HIDAN, M. A. et al. Climate Change, Scorpion Ecology, and Envenomation: What Are the Links? In: Research Anthology on Environmental and Societal Impacts of Climate Change. IGI Global, 2022. p. 975-989.

FERRARI, A. H.; ZANCUL, M. C. S. Meio ambiente e educação ambiental no Brasil: considerações a partir de diretrizes institucionais e de orientações pedagógicas. Educação Ambiental em Ação, 2014.

GOICOCHEA, A.G.P. Acidentes escorpiônicos: uma relação entre impactos ambientais e a presença de animais peçonhentos em áreas urbanizadas. Trabalho de Conclusão de Curso em Ciência Biológicas. Universidade Federal da Grande Dourados, 2018. Disponível em: https://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/bitstream/prefix/2747/1/AlbertoGuilhermePaesGoicochea.pdf Acesso em: 24 janeiro 2022.

GUIMARÃES, S. Medidas de isolamento aumentam a quantidade de lixo doméstico e hospitalar. Oeco, 2020. Disponível em: https://www.oeco.org.br/reportagens/medidas-de-isolamento-aumentam-a-quantidade-de-lixo-domestico-e-hospitalar/ Acesso em: 03 março 2021.

IBGE- INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Brasileiro de 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2012.

IBGE- INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. População estimada. Cruz das Almas: IBGE, 2021. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/cruz-das-almas/panorama Acesso em: 25 jan 2022.

MAZETTO. F.A.P. Qualidade de vida, qualidade ambiental e meio ambiente urbano: breve comparação de conceitos. Revista Sociedade e Natureza, Uberlândia, v. 12, n. 24, p. 21-31, 2000.

MENINA de 10 anos é picada por escorpião em Cruz das Almas. Sul Bahia. Valença, 13 maio. 2021. Disponível em: https://www.sulbahia1.com.br/noticia/10925/menina-de-10-anos-e-picada-por-escorpiao-em-cruz-das-almas. Acesso em: 20 jan. 2022.

MENINO de 10 anos é picado por escorpião em Cruz das Almas. Forte na Notícia. Cruz das Almas, 14 jan. 2021. Disponível em: https://www.fortenanoticia.com.br/menino-de-10-anos-e-picado-por-escorpiao-em-cruz-das-almas/. Acesso em: 20 jan. 2022.

MORADORA alerta para o aparecimento de escorpião em Cruz das Almas. Portal Cruzalmense. Cruz das Almas, 08 ago. 2021. Disponível em: http://www.portalcruzalmense.com.br/2021/03/moradora-alerta-para-o-aparecimento-de.html. Acesso em: 20 jan. 2021.

NASCIMENTO, C.S.; LORDELO, L.M.K. A percepção da comunidade sobre os resíduos recicláveis na cidade de Cruz das Almas (BA). Revista de Educação Ambiental, n. 50, 2014.

OLIVEIRA, B.H.S.; SILVA, A.K.M.; LIMA, I.C.S.; DE ALBUQUERQUE, H.N. Importância ecológica da escorpiofauna do Complexo Aluízio Campos. Revista Brasileira de Informações Científicas, v.1, n.1, p. 36-43, 2010.

OLIVEIRA, S.S.; CRUZ, J.V.S.; DA SILVA, M.A. Perfil Epidemiológico de Escorpionismo no Nordeste Brasileiro (2009 a 2019). Brazilian Journal of Development, v.7, n.2, p. 11984-11996, 2021.

PHILIPPI JÚNIOR, A.; ROMERO, M. A; BRUNA, G.C. Uma introdução à questão ambiental. In: PHILIPPI Jr, A. ROMERO, M. A; BRUNA, G.C. Curso de Gestão ambiental. Baruerí- SP: Manole, p.3-16, 2004.

PORTO, T.J.; BRAZIL, T.K.; LIRA-DA-SILVA, R. M. Scorpions, state of Bahia, northeastern Brazil. Check List, v. 6, n. 2, p. 292-297, 2010.

RAMIRES, E.N.; NAVARRO-SILVA, M. A.; MARQUES, F.A. Chemical control of spiders and scorpions in urban areas. In: Pesticides in the Modern World-Pests Control and Pesticides Exposure and Toxicity Assessment. IntechOpen, 2011.

RUPPERT, E.E.; FOX, R.S.; BARNES, R.D. Zoologia dos Invertebrados: uma abordagem funcional-evolutiva. 7. ed. São Paulo: Roca, 2005.

SANTOS, A. L. D; FEITOSA, S. B; MARTINS, I. S. S.; MORENA, D. D. S. M.; SEIBERT, C. S. Estudo retrospectivo dos acidentes por serpentes atendidos no hospital geral de Palmas – TO, no período de 2010 e 2011. Desafios: Revista Interdisciplinar da Universidade Federal do Tocantins, v.1, n.1, p.226-244, 2014.

SANTOS, J. R. Educação ambiental e o trabalho com valores: olhando para os animais não humanos. 2009. 160p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro. 2009.

SANTOS, M.C.S. Panorama da situação dos resíduos de construção e demolição no município de Cruz das Almas/BA. Monografia. Bacharelado em Ciência e Tecnologia. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, 2016.

SANTOS, M.C.S et al. Aspectos clínicos e epidemiológicos de acidentes escorpiônicos: uma revisão integrativa da literatura. Semana de Pesquisa da Universidade Tiradentes-SEMPESq, n. 21, 2019.

SILVA, M.D.; DE ALMEIDA, P.M.S.; APRILE, F.M.; STOLARZ-DE-OLIVEIRA, J. Lixo e animais peçonhentos: a Educação Ambiental através de atividade de extensão em escolas como forma de prevenção de acidentes com animais peçonhentos. In: SILVA, M.E.D. (Org). O meio ambiente e a interface dos sistemas social e natural. Atena: Ponta Grossa, PR. 2021.

SZILAGYI-ZECCHIN, V. J.; FERNANDES, A. L.; CASTAGNA, C. L.; VOLTOLINI, J. C. Abundance of scorpions Tityus serrulatus and Tityus bahiensis associated with climate in urban area. Indian Journal of Arachnology, v.1, n.2, p.15-23, 2012.

Arquivos adicionais

Publicado

28.07.2022

Como Citar

de Carvalho Santos Menezes, A., Sena dos Santos, L. V., Caetité Ribeiro, A., Oliveira Rocha Montenegro, K., & Ramos Machado Braga, J. (2022). ESCORPIONISMO NO MUNICÍPIO DE CRUZ DAS ALMAS- BAHIA: : ESTRATÉGIAS E AÇÕES NA FORMAÇÃO DE AGENTES MULTIPLICADORES. Revista Extensão, 22(1), 60–69. Recuperado de https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/revistaextensao/article/view/2814