A (RE)SIGNIFICAÇÃO DAS AÇÕES EXTENSIONISTAS NO CAMPO DA ALIMENTAÇÃO INFANTIL:

RELATO DE EXPERIÊNCIAS DE DOIS PROJETOS DE EXTENSÃO DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19

Autores

  • Beatriz Graziele Thomaz Alves Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Millena Alves Fernandes Universidade Federal do Rio Janeiro
  • Rafaela Perni dos Santos Leonardo Universidade Federal do Rio Janeiro
  • Fernanda Amorim de Morais Nascimento Braga Universidade Federal do Rio Janeiro
  • Jane de Carlos Santana Capelli Universidade Federal do Rio Janeiro

Palavras-chave:

Educação alimentar e nutricional, Gestação, Nutrição da criança, Relações Comunidade-Instituição, Saúde materno-infantil

Resumo

Introdução: Durante a pandemia da COVID-19, projetos de extensão universitária ressignificaram o diálogo com a população, passando a utilizar ferramentas digitais. Assim, oficinas e cursos passaram a ser ofertados de forma virtual sem deixar de atender às normas e regras exigidas pelas Diretrizes de Extensão Universitária. Objetivo: Apresentar as experiências das equipes de dois projetos de extensão no planejamento, organização e execução de minicursos virtuais voltados aos professores e profissionais da educação infantil e fundamental I e II sobre a alimentação e nutrição nos primeiros mil dias de vida. Métodos: Realizou-se um estudo do tipo relato de experiências com as equipes dos projetos para o planejamento e organização de três minicursos remotos (entre 2020 e 2021). Resultados: As experiências obtidas na primeira edição foram exitosas e, a partir das avaliações dos participantes, permitiu que as demais edições fossem ajustadas. Nos relatos foram identificadas três ideias centrais: “desafio na interação dialógica com os educandos”, “adaptação do formato presencial para o remoto” e “formação profissional”. Conclusão: As edições dos minicursos foram positivas, permitindo firmar novas parcerias e atender às diretrizes da extensão, mesmo sendo desafiadora a interação dialógica com o público-alvo dos minicursos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Graziele Thomaz Alves, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Graduanda do Curso de Nutrição do Centro Multidisciplinar/ Universidade Federal do Rio de Janeiro

Millena Alves Fernandes, Universidade Federal do Rio Janeiro

Centro Multidisciplinar UFRJ-Macaé/Graduanda do Curso de Nutrição

Rafaela Perni dos Santos Leonardo, Universidade Federal do Rio Janeiro

Centro Multidisciplinar UFRJ-Macaé/Graduanda do Curso de Enfermagem

Fernanda Amorim de Morais Nascimento Braga, Universidade Federal do Rio Janeiro

Centro Multidisciplinar UFRJ-Macaé/Docente do Curso de Nutrição

 

 

Jane de Carlos Santana Capelli, Universidade Federal do Rio Janeiro

Centro Multidisciplinar UFRJ-Macaé/Docente do Curso de Nutrição

 

Referências

AZEVEDO, A. P. Z.; SOUZA, E. M. Uma experiência interdisciplinar a partir da realização de um projeto de extensão denominado Vivências em Cidadania. Revista Extensão, UFRB, ed. 20, v. 1, 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança: orientações para implementação / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília: Ministério da Saúde, 2018. 180p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde na escola/Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2009. 96 p.: il. – (Série B. Textos Básicos de Saúde) (Cadernos de Atenção Básica; n. 24).

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Departamento de Promoção da Saúde. Guia Alimentar para crianças brasileiras menores de 2 anos/Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde, Departamento de Promoção da Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde, 2019. 265p.

CALDERONI, T. L. et al. O uso do Instagram para divulgação das informações de um projeto de extensão sobre alimentação e nutrição de crianças menores de dois anos: o antes e durante a COVID-19. Raízes e Rumos, v. 8, n. 2, p. 314-324, 2020.

COSTA, A. C. S. et al. Do presencial ao remoto: promoção da saúde auditiva em Macaé, estado do Rio de Janeiro. Brazilian Journal of Development, v.7, n.4, p. 40636-40651, 2021.

DINIZ, E. G. M. et al. A extensão universitária frente ao isolamento social imposto pela COVID-19. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 9, p. 72999-73010, 2020.

MAGALHÃES, C. R. O jogo como pretexto educativo: educar e educar-se em curso de formação em saúde. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, v. 11, n. 23, p. 647-654, 2007.

MASETTO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2003.

MELLO, I. R. et al. Agosto dourado e o uso do instagram como ferramenta de divulgação de um projeto de extensão universitária. Boletim Ciência Macaé, v. 2, n. 1, p. 1-266, 2021.

MOURA, A. F.; LIMA, M. G. A reinvenção da roda: roda de conversa, um instrumento metodológico possível. Temas em Educação, v. 23, n. 1, p. 98-106, 2014.

NOGUEIRA, M. D. P. (org.) Extensão Universitária: diretrizes conceituais e políticas. Belo Horizonte: PROEX/UFMG; O Fórum, 2000.

RAMOS, B. C. V. et al. Educação alimenta e nutricional com professores de uma escola privada da zona sul de São Paulo. Revista Saúde, v. 45, n. 2, p. 1-12, 2019.

RODRIGUES, A. C., et al. Alimentação complementar no Instagram de um projeto de extensão universitária: estudo de caso sobre receitas infantis”. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 5, p. 50720-50734, 2021.

SANTOS, J. H. S.; ROCHA, B. F.; PASSAGLIO, K. T. Extensão universitária e formação no ensino superior. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v. 7, n. 1, 2016.

Arquivos adicionais

Publicado

28.07.2022

Como Citar

Thomaz Alves, B. G., Alves Fernandes, M., Perni dos Santos Leonardo, R., Amorim de Morais Nascimento Braga, F., & de Carlos Santana Capelli, J. (2022). A (RE)SIGNIFICAÇÃO DAS AÇÕES EXTENSIONISTAS NO CAMPO DA ALIMENTAÇÃO INFANTIL:: RELATO DE EXPERIÊNCIAS DE DOIS PROJETOS DE EXTENSÃO DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19. Revista Extensão, 22(1), 122–128. Recuperado de https://www3.ufrb.edu.br/seer/index.php/revistaextensao/article/view/2831