O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista.
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • O arquivo de submissão não possui nenhum tipo de identificação dos autores.
  • DOIs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Figuras e tabelas devem apresentar largura de 8 ou 16 cm de largura e altura máxima de 20 cm. Os títulos das figuras devem estar no texto do arquivo e não dentro das figuras.

Diretrizes para Autores

POLÍTICA DE ACESSO ABERTO

A Revista WRIM é publicada sob o modelo Acesso Aberto e permite a qualquer um a leitura e download, bem como a cópia e disseminação de seu conteúdo.

APCs (TAXA DE PROCESSAMENTO DE ARTIGO) E TAXA DE SUBMISSÃO

A Revista WRIM não cobra aos autores qualquer tipo de taxa de submissão ou publicação.

 

INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS:

1.  WRIM - Water Resources and Irrigation Management, ISSN 2316-6886 (on-line), é uma publicação contínua da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.    

2.  A revista publica artigos em todas as áreas relevantes da Engenharia Agrícola, incluindo climatologia; captação e armazenamento de água; hidrologia; planejamento, gerenciamento e qualidade dos recursos hídricos; eficiência de irrigação e produtividade da água; manejo de culturas em regime de irrigação, técnicas e sistemas de irrigação e drenagem; avaliação e desenvolvimento de equipamentos de automação de irrigação; análise econômica de projetos de irrigação e drenagem; modelos de otimização do uso da água; hidráulica dos sistemas irrigados; demanda hídrica das culturas (evapotranspiração); otimização e manejo de sistemas hidropônicos; função de resposta da cultura à aplicação de água e irrigação deficitária; Reuso de água para fins agrícolas; salinidade.

3.  Os autores se obrigam a declarar que seu manuscrito é um trabalho original, e que não está sendo submetido, em parte ou no seu todo, à análise para publicação em outro meio de divulgação científica sob pena de exclusão.

4. Durante a submissão dos artigos os autores devem mencionar a filiação. A filiação não deve conter nome da cidade, país, CEP ou telefone, e os nomes de departamentos e/ou universidades devem aparecer por extenso. Os nomes das universidades não devem ser traduzidos. Ex.: "Núcleo de Engenharia de Água e Solo - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia" e em inglês seria: "Center for Soil and Water Engineering - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia".

5.  Os dados, ideias, opiniões e conceitos emitidos nos artigos, bem como a exatidão das referências, são de inteira responsabilidade do(s) autor(es). A eventual citação de produtos e marcas comerciais não significa recomendação de seu uso por parte do Conselho Editorial da revista.

6.  Os relatos deverão basear-se nas técnicas mais avançadas e apropriadas à pesquisa. Quando apropriado, deverá ser atestado que a pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Biossegurança da instituição.

7. Os artigos podem ser submetidos em português ou inglês, sendo que os artigos em inglês terão prioridade nos trâmites de revisão e editoração.

8. A qualidade do português e do inglês é de inteira responsabilidade dos autores. No caso de artigos submetidos em inglês, os autores devem justificar a qualidade da revisão ou tradução do inglês na seção Comentário ao Editor (currículo do tradutor/autor ou certificado de tradução por empresa especializada).

9. A mudança de idioma do artigo entre a submissão e a publicação só será permitida com autorização prévia da Equipe Editorial da Revista.

10. Os artigos serão avaliados por pares de revisores da área de conhecimento da pesquisa, de instituições de ensino e/ou pesquisa nacionais e estrangeiras, de comprovada produção científica.

11. Ao submeter o manuscrito, os autores são responsáveis por reconhecer e revelar conflitos financeiros ou de outra natureza que possam ter influenciado o trabalho. Os autores devem identificar no manuscrito todo o apoio financeiro obtido para a execução do trabalho e outras conexões pessoais referentes à realização do mesmo.

12. Tipos de artigos:

a) Artigos originais:

Seções obrigatórias: Título, Resumo, Palavras-chave, Abstract, Keywords, Introdução, Material e Métodos, Resultados e Discussão, Conclusões e Referências Bibliográficas. Devem apresentar 12 a 20 páginas incluindo figuras, tabelas e referências bibliográficas.

b) Artigos de revisão:

Contatar o Editor Chefe da Revista WRIM antes de submeter artigo de revisão.

c) Comunicação curta:

Estrutura semelhante ao artigo original, porém com no máximo 4 páginas. No máximo 2 figuras ou tabelas. Devem apresentar resultados inéditos e relevantes de forma concisa.

d) Nota técnica:

Podem conter metodologias, técnicas e desenvolvimento de equipamentos. De 12 a 20 páginas, incluindo figuras, tabelas e referências bibliográficas.

13. Estão listadas abaixo a formatação e outras convenções que deverão ser seguidas:

a) O Resumo e o Abstract (200 a 250 palavras), deverão conter informações sucintas sobre o objetivo da pesquisa, os materiais experimentais, os métodos empregados, os resultados e a conclusão. Até seis palavras-chave e keywords (recomenda-se não utilizar as palavras do título) deverão ser acrescentadas ao final do resumo e do abstract.

b) Deverão ser escritos em espaço 1,5 linhas e ter suas páginas e linhas numeradas. O trabalho deverá ser editado no Word, ou compatível, utilizando fonte Times New Roman, tamanho 12.

c)  O trabalho deverá ser formatado em A4 e as margens inferior, superior, direita e esquerda deverão ser de 2,5 cm.

d) O arquivo contendo o trabalho que deverá ser anexado (transferido), durante a submissão, não poderá ultrapassar o tamanho de 2 MB, nem poderá conter qualquer tipo de identificação de autoria, inclusive na opção propriedades do Word.

e) Tabelas, figuras e gráficos deverão ser inseridos no texto, logo depois de citados.

f)  As figuras e as tabelas deverão apresentar 8 ou 16 cm de largura; e no máximo 20 cm de altura.

g)  As figuras deverão ter no mínimo 300 dpi de resolução e preferencialmente gravadas no formato .jpg ou .png. Ilustrações em cores serão aceitas para publicação.

h) Deverá ser adotado o Sistema Internacional (SI) de medidas.

i)  As equações deverão ser editadas utilizando o Equation Built do Word, ou editor de equações equivalente. As variáveis deverão ser identificadas após a equação.

j) A revista aceita um índice máximo de 5% de autocitações e, ainda, recomenda que oitenta por cento (80%) das referências bibliográficas sejam de artigos listados na base ISI Web of KnowledgeScopus ou SciELO. Recomenda-se dar preferência às citações de artigos internacionais. Não serão aceitas nas referências citações de resumos, resumos expandidos, jornais, magazines e documentos eletrônicos.

k) As citações deverão seguir os exemplos abaixo. Para citação no texto, usar o sobrenome e ano: Lopes (2005) ou (Lopes, 2005); para dois autores: Souza e Scapim (2005) ou (Souza & Scapim, 2005);  para três ou mais autores, citar apenas o primeiro sobrenome seguido de et al.: Wayner et al. (2007) ou (Wayner et al., 2007).

l) Quando possível informar o DOI do artigo científico nas referências.

14. Referências bibliográficas:

Artigos:

Vellame, L. de M.; Coelho Filho, M. A.; Paz, V. P. da S.; Coelho, E. F. Gradientes térmicos naturais na estimativa da transpiração pelo método Granier. Revista Caatinga, v.24, p.116-122, 2011.

Livros:

Medeiros, S. de S.; Gheyi, H. R.; Galvão, C. de O.; Paz, V. P. da S. Recursos hídricos em regiões áridas e semiáridas. Campina Grande: INSA. 2011. 440p.

Capítulos de livros:

Pereira, F. A. C.; Santos, R. P. dos; Iñiguez, L. M.; Paz, V. P. da S.; Gomes, J. F. Avaliação da qualidade da irrigação e caracterização físico-hídrica em lotes do Perímetro Irrigado do Formoso, Bom Jesus, Bahia - Brasil. In: Lucas, A. A. T.; Aguiar Netto, A. de O. (ed.) Águas do São Francisco. São Cristovão: UFS. 2011. p.149-188.

Dissertações e teses:

Santos, O. S. N. Uso de águas residuárias na produção de heliconias em casa de vegetação. Cruz das Almas: UFRB. 2010. 84p. Dissertation Master.

PLÁGIO

É o ato de apresentar, total ou parcialmente, como obra de autoria própria, obra de outrem. No plágio, tomam-se para si os créditos que seriam devidos ao autor ‘original’ da obra. Refere-se à obra intelectual de qualquer natureza, entre elas, o plágio de publicações de pesquisas científicas realizadas.

É Considerado crime de violação de direito autoral previsto no Código Penal Brasileiro e na Lei 9610/98. Sugerimos aos autores que se certifiquem de que o manuscrito segue todas as normas propostas pela política anti-plágio e salientamos que este periódico passa por detecção de plágio; todos os membros envolvidos na tramitação do manuscrito, como o Comitê Editorial e Avaliadores, fazem minuciosa análise e poderão identificar plágio; nesse caso, a submissão será rejeitada e arquivada imediatamente; posteriormente, os autores serão informados. 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.