Calibração e validação de modelos de regressão linear para a estimativa da área de folhas individuais de couve-flor em um sistema hidropônico

Autores

  • Mairton Gomes da Silva Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Leandro Ferreira da Costa Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Tales Miler Soares Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Hans Raj Gheyi Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Arly Alef Araujo Santos Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Maiara Velame da Silva Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.19149/wrim.v10i1-3.2419

Palavras-chave:

Brassica oleracea var. botrytis, medições lineares, métodos não destrutivos, produto C×L.

Resumo

A área foliar (AF) é um importante parâmetro em muitos estudos para avaliar o crescimento das plantas, sendo geralmente uma medida destrutiva, ou seja, exige que as folhas sejam removidas. Nesse contexto, métodos não destrutivos têm sido usados a partir de medidas lineares como comprimento (C) e/ou largura (L) da folha para determinar a AF individual. No presente estudo, modelos foram desenvolvidos usando medições lineares da folha (C, L ou C×L) para estimativa da AF individual da couve-flor cultivada em sistema hidropônico. Foram conduzidos dois experimentos, o primeiro no outono-inverno de 2019 (com três cultivares de couve-flor ‘Piracicaba de Verão’, ‘Sabrina’ e ‘SF1758’ para calibração e validação) e outro na primavera-verão de 2019-2020 (apenas com a cv. ‘SF1758’ para validação). No outono-inverno, as relações entre AF individual (variável dependente) e as variáveis independentes (C, L ou C×L) foram ajustadas usando os modelos do tipo linear, exponencial e potencial. Esses modelos foram desenvolvidos separadamente por cultivar, como também para as três cultivares agrupadas (modelos universais). Na validação entre os valores observados e estimados, as melhores estimativas da AF individual da couve-flor foram obtidas quando o produto C×L foi usado como variável independente, recomendando-se os modelos linear (AF = -14,424 + 0,843C×L) ou potencial [AF = 0,551(C×L)1,057] desenvolvidos para ‘Piracicaba de Verão’ e apenas o modelo linear (AF = -22,610 + 0,928C×L) para ‘SF1758’. Os modelos universais do tipo linear (AF = -13,770 + 0,833C×L) ou potencial [AF = 0,578(C×L)1,050] são recomendados para estimativa da AF individual da couve-flor, independentemente da cultivar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-01-11 — Atualizado em 2022-01-11

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)